Ilustração - Blog Franchise Store

Tea Shop: Paixão pelo Chá

A paixão e o orgulho de trabalhar no mundo do chá têm sido os motores da evolução da Tea Shop.

As origens remontam a um sonho: um empreendedor sueco especialista em chá, chegou a Espanha em miados dos anos 80. Surpreendido pelo quão difícil que era beber um bom chá, lançou-se numa aventura que então parecia impossível: abrir uma loja de chá de alta qualidade. Assim nasceu Tea Shop, especializada em chá fresco a granel e todos os complementos necessários para desfrutá-lo plenamente.

Conversamos com o Michel Bitencourt, Diretor Geral da Tea Shop no Brasil. Confira:

Pergunta: Qual o histórico da empresa no mercado e no sistema de franquias?

Resposta: A Tea Shop nasceu no ano de 1991, em Barcelona, e 5 anos depois iniciou-se o projeto de franquias.
Esse ano a Tea Shop comemora 25 anos, então houve um planejamento para que o início da expansão no Brasil fosse nesse ano.

Pergunta: Qual o tamanho da rede atual (quantas franquias e lojas próprias) e os planos futuros de crescimento (região e números de aberturas)?

Resposta: Hoje existem aprox. 60 lojas, sendo 21 lojas próprias.
O processo de Expansão no Brasil está sendo realizado em etapas, primeiramente com o planejamento / estudo do mercado e duas fases pilotos, sendo a fase 1 com uma loja própria de rua e outra em shopping e a fase 2 com a primeira franquia.
Agora a marca entra numa nova fase, a 3, como diz o Michel, que é uma onda de expansão focada nas regiões Sul e Sudeste.

Pergunta: Por que a O Brasil foi escolhido?

Resposta: O processo de expansão será para toda a América Latina. Existia uma dúvida entre entrar pelo México ou entrar pelo Brasil, mas o Brasil tinha uma economia estável, o mercado de franquias está sempre em crescimento e o País estava na moda por conta da Copa do Mundo e Olimpíadas. O fator da Tea Shop não ter nenhuma concorrência forte, colaborou também. Diferente do México.

A mudança do comportamento e busca por qualidade de vida do Brasileiro, substituindo refrigerantes por bebidas mais saudáveis e aumentando o consumo de chás foi um fator importante para a escolha do País. Além disso, nos últimos anos, com o aumento do poder aquisitivo do Brasileiro, a busca e interesse por produtos gourmet aumentou, e a Tea Shop trabalha com um produto dessa categoria, com qualidade e diferenciado.

Pergunta: Qual o perfil ideal de franqueado?

Resposta: Primeira coisa, tem que ser alguém que se apaixone pelo negócio. Não precisa ser um profundo conhecedor de chás, mas precisa aprender sobre o produto e se apaixonar. Aliado a isso, tem que ser alguém que realmente esteja envolvido e faça a gestão da loja, alguém dinâmico. Obviamente é bom que a pessoa tenha uma experiência com gestão.

Pergunta: Quanto custa? (Quais são as principais taxas que o franqueado tem que pagar?)

Resposta: Existem dois modelos de franquia, loja e quiosque. Para loja, a taxa de franquia é de 50 mil reais, e para quiosque, 30 mil reais.

Outros custos como estoque, obra civil e mobília variam de acordo com o tamanho da loja e o Estado da loja.

Pergunta: Como é o processo de treinamento do franqueado e qual o tipo de suporte oferecido?

Resposta: Além de apaixonados por chás, somos especialistas em chás, e achamos que o conhecimento é fundamental para o sucesso da franquia. Por isso, todo funcionário que vai trabalhar na loja, seja gerente, vendedor ou caixa, passa por um treinamento padrão que dura 1 semana, inclusive com material teórico, aulas práticas e avaliações.

O suporte oferecido é total, desde a escolha do ponto, até o processo arquitetônico e a finalização da obra.

Pergunta: Fale sobre o retorno financeiro com a rede.

Resposta: “(risos) Vou dar um exemplo, nosso primeiro franqueado no Brasil teve um retorno a partir do segundo mês, em Dezembro a loja vendeu 200 mil reais.”

Clique aqui para saber mais sobre a Tea Shop.