Ilustração - Blog Franchise Store

“Shopping Encadernado” atrai franquias e clientes em todo o Brasil

O desemprego é uma triste realidade, pois o quadro de recessão econômica se mantem sem previsão de término, deixando as pessoas inseguras e sem perspectivas de vida no país. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, por hora, 282 pessoas ficam desempregadas no país e os setores mais afetados são os de comércio e serviços.

Sem emprego, surge a pergunta: “E agora o que fazer?” A busca frustrada por uma recolocação no mercado de trabalho faz com que muitas pessoas trabalhem por conta própria, optando pela Venda Direta, o atendimento personalizado: o lucrativo Porta a Porta.

Segundo pesquisas, o Brasil é o 5º país do mundo em vendas diretas. O número de pessoas que atua neste segmento do porta a porta aumentou 5% no ano passado. O setor movimentou quase 30 bilhões de reais só em 2015 e mais de quatro milhões e seiscentos mil brasileiros estão nesse caminho.

E é aí que entra a empresa gaúcha Golfran, que trabalha há 30 anos com vendas diretas através de catálogos, vendo com otimismo o mercado e tendo como meta ampliar suas atividades nos grandes centros como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Os mais de 120 franqueados investem em treinamento e marketing, uma vez que a linha de produtos é composta por mais de 7 mil itens, distribuídos em três catálogos Golfran: Fianceé, Joias e Baby, lançados 2 vezes ao ano, com uma grande variedade de produtos de cama, mesa e banho, lingeries, calçados, decoração, móveis, utilidades domésticas, vestuário, artigos para bebês, joias e muito mais.

“A maior dificuldade que a pessoa vai ter é na hora da escolha. São mais de 7.000 itens e 35 mil combinações para adquirir nas cores e modelos desejados, sem precisar sair de casa. É um verdadeiro shopping encadernado que chega até as pessoas”, explica Kimberly Cavalli, Gerente de Marketing e Analista de Produto.

“Trabalhar com a mobilidade Porta a Porta é um excelente negócio, pois o Brasil é muito bom para as vendas diretas”, afirma Gotardo Cavalli, que começou vendendo de porta em porta e hoje é o Diretor – Presidente da Golfran.

O empresário serve de inspiração para os  franqueados e consultores, pois é um apaixonado pela venda direta por catálogo. “Esse sistema promove o relacionamento direto com o cliente e agrega valor numa relação de consumo menos impessoal que no varejo tradicional, fidelizando as vendas, a qualidade dos produtos e a pontualidade na entrega”, afirma Gotardo Cavalli.

O depoimento de um dos franqueados, desde 2000, da Golfran, de Mato Grosso, Olivar Valentin Balestrin, ilustra as vantagens de fazer parte deste ramo: “Hoje me sinto um Franqueado de sucesso, o primeiro fora do eixo região Sul, com a certeza que fiz a melhor escolha. As Consultoras que trabalham com os catálogos Golfran se sentem orgulhosas, têm a satisfação ao visitar os clientes e levar um Shopping encadernado em suas casas. O cliente escolhe em comprar, receber as mercadorias, pagar através de várias opções de pagamento, sem correrias, com um atendimento diferenciado e segurança. Sem contar as novas amizades, o contato entre pessoas, a criação de laços e relacionamentos que cada vez estão mais difíceis”, afirma.

Olivar Valentin Balestrin acrescenta ainda que para a pessoa interessada em aumentar a renda da família ou passar a trabalhar com vendas através de catálogos com os últimos lançamentos e produtos de alta qualidade, as consultoras têm a oportunidade de ter a independência financeira, além de programar seus horários.

Muitas pessoas estão vendo no Porta a Porta uma oportunidade profissional, mas é necessário ter foco, determinação e disciplina. E ter em mente que faça chuva ou faça sol, é necessário trabalhar.

Conforme a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do IBGE, na comparação do trimestre encerrado em janeiro de 2016 com o mesmo período do ano passado, mais de 1,3 milhão de pessoas passaram a trabalhar por conta própria, um avanço de 6,1%. O que é confirmado pela Golfran que ampliou sua rede de franquias em 17 %, no mesmo período.

Essa dinâmica de trabalho é válida em todo o território brasileiro, independente das diferentes realidades, pois muitos querem absorver o empreendedorismo ou consumir produtos e sonhos apresentados nos catálogos.

Para a Golfran, o mais importante é entender os hábitos de consumo e colocar pessoas para vender com quem a população se identifica ou projeta.  Por exemplo, uma empresa praticamente entra na casa do consumidor por meio de uma pessoa que o cliente já conhece, ou que oferece credibilidade para apresentar os produtos.

A Golfran possui mais de 120 franqueados espalhados em todos os estados brasileiros e pretende crescer cerca de 10%, neste ano.

A Franquia Golfran é formatada da seguinte forma:

Investimento inicial: Taxa de Franquia = R$ 30 mil +Treinamento = R$ 10 mil e R$ 20 mil Capital de Giro.

Tempo de retorno: 12 a 30 meses.

Política comercial: número limitado de franqueados por região.

Treinamento: 5 dias de imersão na Universidade Golfran, em Caxias do Sul + cursos online de ensino à distância

Taxa de marketing: 1% do faturamento bruto mensal

FRANQUIA 200%: para cada real investido pelo franqueado, a Golfran investe o mesmo valor em mídia local na divulgação da marca para captação de novas consultoras.

Como a economia brasileira passa por uma forte recessão, o Porta a Porta vem sendo uma das melhores alternativas para trabalhar e otimizar a  renda. Ter a intermediação de uma consultora na hora das compras facilita a escolha dos produtos nos catálogos, deixando o dia a dia ainda mais prático, bonito e confortável.