Ilustração - Blog Franchise Store

Programa de Qualidade de Vida: por que investir?

O Programa de Qualidade de vida no trabalho deve fazer parte do planejamento das empresas. Esse tipo de ação tem a função de proporcionar bem estar e promover a saúde no ambiente corporativo.

A falta de qualidade de vida nas empresas é causada por muitos fatores: conflitos internos na empresa, pouca perspectiva de progresso profissional, esgotamento físico e mental, pressões e fatores ambientais inadequados e insalubres.

Com a implementação do programa, com o tempo é observado alguns benefícios na rotina da empresa e dos colaboradores. São eles: menos faltas ao trabalho, mais produtividade, mais credibilidade da empresa e a diminuição da taxa de rotatividade.

Para implantá-lo é importante analisar o impacto positivo e o negativo de fatores que podem influenciar o processo: a cultura e o clima organizacional, o engajamento dos colaboradores, os canais para comunicação interna, as políticas de gestão de pessoas, a infraestrutura ambiental e os equipamentos adequados.

Existem algumas etapas para a criação e a implementação do programa de qualidade de vida. Confira, a seguir:

1ª) Fazer com que todos estejam comprometidos com a proposta do programa, desde o alto escalão, gestores e equipe que cuida do projeto.

2ª) Planejar as ações que serão tomadas, formar a equipe responsável e montar o cronograma de atividades a serem realizadas.

3ª) Coletar informações sobre o momento atual da empresa, como funciona a gestão de pessoas e fazer uma pesquisa com colaboradores e gestores sobre a perspectiva em relação à qualidade de vida.

4ª) Após receber o resultado da pesquisa e interpretar as informações recebidas, chega o momento de definir quais ações serão prioridade para atender às demandas encontradas. As ações podem estar relacionadas tanto a ajustes na parte física da empresa (ventilação, móveis, etc) quanto às práticas de gestão (palestras, ginásticas laborais, programas de saúde mental, entre outras).

5ª) Com o tempo, os resultados vão sendo percebidos e esse é o momento de avaliar e fazer os ajustes necessários. Podem ser realizadas pesquisas com determinada frequência para entender como adaptar o programa e os tipos de
atividades oferecidas.

Os programas de qualidade de vida, quando bem planejados, trazem grandes benefícios aos colaboradores e, consequentemente à empresa.

Quer saber mais sobre qualidade de vida no trabalho e saúde ocupacional?

Clique aqui e saiba mais sobre a Brumed