Anúncio

PUBLICIDADE

Encontre as melhores franquias para o seu perfil

O que você precisa saber sobre retorno de investimento em franquias

2 de maio de 2018

Compartilhe

Quando falamos de franquias, o retorno do investimento é um assunto delicado. Franquias podem prometer valores exagerados e garantir resultados equivocados. Por isso, é importante que o franqueado esteja bem informado sobre essa etapa de seu negócio, para não ter surpresas.

 

Um dos maiores mitos é dizer que o investimento retorna sozinho ao franqueado. Acreditar que uma franquia é uma garantia de sucesso é um grande equívoco. Mesmo em marcas renomadas, o gestor precisa estar presente em todas as etapas de forma criteriosa. O controle de estoque por exemplo, é feito com o apoio da franqueadora, que se baseia em dados comuns. Porém, cada unidade tem sua especificidade e seu público, cabe ao gestor avaliar as necessidades do local. Além dos cuidados de fluxo de caixa e a produtividade dos funcionários. Por isso, não acredite em promessas de lucro sem trabalho.

A promessa de retorno rápido também pode ser certeira, a franquia pode ter trabalho e planejamento que impulsionem o retorno da unidade e consequentemente ele seja mais rápido. Porém isso ocorre quando a franquia está em condições melhores que o previsto no plano, e é necessário um grande empenho do franqueado para capitalizar suas oportunidades. Mas isso não é uma regra. Colocar o retorno rápido como expectativa, é uma forma de se frustrar e perder a verdadeira objetividade do trabalho.

Os prazos de retorno podem ser maleáveis. Varios fatores influenciam nesse ponto, como cenário econômico, desempenho do franqueado, movimentação do setor, etc. Apesar de serem fundamentais para avaliar um desempenho de um negócio, um retorno mais tarde não é sinal de fracasso, assim como um retorno rápido não é garantia de sucesso. Cada negócio é único e precisa ser avaliado com muito cuidado.

A franquia é uma operação em conjunto, todo franqueador e franqueado estão do mesmo lado com o mesmo objetivo. Assim, o resultado ideal surge apenas da junção dos esforços de ambos. O franqueado precisa fazer grande parte do trabalho da franquia, como o planejamento e o suporte para momentos de queda. Tudo isso com o acompanhamento da franqueadora, que precisa elaborar uma estratégia de marketing para ajudar a garantir o crescimento do negócio.

A escolha do ponto comercial influencia diretamente o seu retorno. Estar próximo de ambientes muito movimentados e que sejam frequentados por um público-alvo semelhante ao seu é uma forma de maximizar a chance de lucro do empreendimento. Tudo isso permite mais vendas que evidentemente geram maiores retornos. E o retorno precisa também avaliar os custos. É preciso colocar na ponta do lápis e fazer a conta do que mais vale a pena, se é alugar ou comprar um imóvel. A curto ou longo prazo, de acordo com o plano, um pode ser mais vantajoso do que o outro. Além disso, é preciso avaliar possíveis gastos de reformas e instalações necessárias para o funcionamento.

Investir em uma franquia não é garantia de retorno certo. Todo negócio tem seu risco e exige um bom trabalho. Mas investindo em franquias, você tem o apoio de uma equipe experiente e você possui uma marca já provada e consolidada no mercado. Agora é só colocar seu plano em ação.