Anúncio

PUBLICIDADE

Encontre as melhores franquias para o seu perfil

Loja de shopping: o que você precisa saber antes de investir

28 de setembro de 2021

Compartilhe
loja de shopping: melhores franquias

Dentre todos os modelos de negócio do franchising, a loja de shopping está entre as favoritas dos empreendedores.

Seja por estratégia ou motivos pessoais, como o sonho de ter uma franquia em um grande centro comercial, a loja de shopping é a queridinha do mercado de franquias, mas será que você conhece os principais fatores que envolvem esse tipo de operação?

Neste artigo, vamos apresentar as principais características da loja de shopping para você investir com segurança e registrar bons resultados na unidade. Confira!

Loja de shopping: a queridinha do franchising

É praticamente impossível falar do mercado de franquias sem mencionar a loja de shopping. É quase que uma marca do franchising: basta dar uma volta no shopping para reconhecer inúmeras marcas que fazem sucesso neste mercado.

No entanto, por mais que seja tentador investir em uma loja de shopping, nem toda marca comporta operações nesses centros comerciais e nem todo empreendedor consegue investir e administrar esse modelo de negócio.

Mesmo sendo a queridinha do mercado de franquias, a loja de shopping possui características específicas que todo empreendedor deve ficar atento antes de investir. Confira:

Investimento mais caro

É fato que dentre todas as modalidades de negócio do mercado de franquias, a loja de shopping é a mais cara de todas.

Não é apenas uma questão de tamanho da unidade ou da operação em si, mas o simples fato de ser localizada no shopping já encarece bastante o investimento na franquia.

Quem compra uma loja de shopping precisa ter em mente que os gastos da unidade não serão poucos.

Além das despesas fixas cobradas pela franqueadora, o franqueado também deve pagar aluguel e condomínio do ponto comercial, salário dos funcionários, taxas de renovação do contrato, imposto do imóvel (que geralmente é mais caro por se tratar de loja de shopping), entre outras cobranças.

Já que a operação possui mais custos, o capital de giro da loja de shopping também será consideravelmente maior do que em outras modalidades.

Administração complexa

Quanto maior a operação, maiores são as responsabilidades administrativas do franqueado.

Mesmo com uma loja de shopping pequena e com poucos funcionários, o empreendedor deve estar sempre atento com a gestão do negócio e o pagamento correto e em dia de todas as despesas.

Para franqueados com pouca ou nenhuma experiência em administração, é possível contar com a ajuda da franqueadora para administrar a unidade da melhor maneira possível.

Além disso, é fundamental ter funcionários qualificados e que tenham experiência em vendas para trabalhar na loja de shopping. Quanto melhor for o atendimento da unidade, maiores são as chances de fidelizar o cliente e aumentar o ticket médio da franquia!

Atenção com o estoque

Esse é um ponto importante que muitos franqueados acabam deixando de lado. 

O estoque da loja de shopping geralmente é bem menor do que a loja em si. Por isso, é preciso ter controle dos produtos para não congestionar o espaço nem deixar faltar muita coisa a ponto de perder vendas. 

Horários estendidos

Já parou para pensar que lojas de shopping funcionam cerca de 12 horas por dia?

Na maioria dos casos, é protocolo que todas as lojas funcionem nesse horário, correndo risco de multas ou até o cancelamento do contrato em caso de descumprimento da regra.

Isso significa que a unidade deve estar em constante funcionamento, faça chuva ou faça sol, sem que isso dependa da sua vontade como empreendedor. Em outras palavras, a loja de shopping segue a cartilha do centro comercial, sendo que a franqueadora adapta sua operação para esses locais.

Para empreendedores que buscam uma atuação mais flexível e econômica, é interessante conferir outras possibilidades de investimento, como a franquia de quiosque e a microfranquia. Se você ainda tem dúvidas sobre investir no franchising, clique aqui.

Vantagens da loja de shopping

Loja de departamento com diversos produtos

Várias possibilidades de compra em um só lugar: o shopping é a principal alternativa para consumidores que buscam variedade de produtos e economia de tempo na hora de ir às compras. Foto: Unsplash

 

Pode até parecer irônico, mas algumas das principais dificuldades da loja de shopping também podem ser consideradas vantagens.

Veja o horário de trabalho, por exemplo. Nem todo mundo consegue passear no shopping em horário comercial. Isso faz com que o horário estendido da loja de shopping seja ideal para quem trabalha o dia todo.

Além disso, em datas comemorativas o horário estendido quebra um galhão de quem deixa o presente para a última hora, aumentando as oportunidades de vendas da unidade.

Outro grande atrativo da loja de shopping é justamente o fato de estar num grande centro comercial.

O alto fluxo de pessoas faz com que potenciais compradores passem em frente a unidade praticamente o dia inteiro, algo que dificilmente aconteceria em locais afastados da cidade ou até mesmo no centro. 

Além disso, o shopping facilita as compras não intencionais, isto é, quando o consumidor sai de casa para fazer uma coisa e acaba comprando na sua loja por acaso. Inclusive, essa é uma ótima oportunidade para fidelizar novos clientes!

Ficou interessado pela loja de shopping e está pensando em investir? Confira a seguir a lista que separamos com algumas marcas que têm tudo a ver com esses centros comerciais!

10 franquias para instalar no shopping

Parte interna de shopping com decoração natalina

As festas de fim de ano são um prato cheio para os shoppings. Além das promoções para atrair clientes, os centros comerciais viram um verdadeiro ponto de encontro com decoração especial para a época. Foto: Unsplash

 

BB Básico 

Investimento inicial: a partir de R$100 mil 

Taxa de franquia: a partir de R$40 mil 

Capital de giro: a partir de R$50 mil 

Faturamento médio: a partir de R$65 mil 

Prazo de retorno do investimento: a partir de 36 meses

 

Casa Prado 

Investimento inicial: a partir de R$600 mil 

Taxa de franquia: a partir de R$50 mil 

Capital de giro: a partir de R$40 mil 

Prazo de retorno do investimento: a partir de 24 meses

 

Detroit Steak House

Investimento inicial: a partir de R$250 mil 

Taxa de franquia: a partir de R$50 mil 

Prazo de retorno do investimento: a partir de 36 meses

 

Maybelline

Investimento inicial: a partir de R$180 mil 

Faturamento médio: R$60 mil 

Prazo de retorno do investimento: de 18 a 24 meses  

 

Mr. Cat 

Investimento inicial: a partir de R$330 mil 

Taxa de franquia: R$40 mil 

Faturamento médio: R$130 mil 

Prazo de retorno do investimento: 24 meses

 

Multicoisas 

Investimento inicial: a partir de R$750 mil 

Taxa de franquia: a partir de R$75 mil 

Capital de giro: a partir de R$70 mil 

Faturamento médio: a partir de R$200 mil

Prazo de retorno do investimento: a partir de 48 meses

 

Parmeggio

Investimento inicial: a partir de R$230 mil 

Taxa de franquia: a partir de R$35 mil 

Capital de giro: a partir de R$15 mil 

Faturamento médio: a partir de R$120 mil 

Prazo de retorno do investimento: a partir de 24 meses  

 

Pizza Creck 

Investimento inicial: a partir de R$300 mil 

Capital de giro: a partir de R$50 mil 

Faturamento médio: R$1,2 milhão 

Prazo de retorno do investimento: a partir de 28 meses

 

The Body Shop

Investimento inicial: a partir de R$487mil (taxa de franquia inclusa)

Capital de giro: a partir de R$30 mil 

Faturamento médio: R$83 mil

 

Vialaser

Investimento inicial: a partir de R$700 mil 

Taxa de franquia: a partir de R$100 mil 

Capital de giro: a partir de R$150 mil 

Faturamento médio: a partir de R$180 mil 

Prazo de retorno do investimento: a partir de 24 meses