Anúncio

PUBLICIDADE

Encontre as melhores franquias para o seu perfil

Franquias de beleza dominam o setor. Entenda!

4 de dezembro de 2019

Compartilhe
Franquias de beleza

Franquias de beleza estão dominando o mercado, sendo um dos setores que mais cresceu no segundo semestre de 2019 faturando mais de R$ 8,8 bilhões.

 

A preocupação com a estética tem crescido de maneira generalizada entre os brasileiros. Os cuidados não somente com o corpo, mas também com a mente, se tornou cada vez mais essencial em meio ao cotidiano conturbado e estressante para os moradores dos grandes centros. Uma grande oportunidade para pensar em franquias de beleza.

E dentro do universo do franchising, as franquias de beleza são as mais promissoras e atraentes, pois a procura pela boa aparência e bem-estar faz com que este não seja um mercado sazonal. Isso pode ser comprovado através das diversas ramificações que o segmento de beleza apresenta. Hoje em dia é possível encontrar franquias de depilação a laser para homens e mulheres, sobrancelhas, barbearias, esmalterias, emagrecimento, spa, franquias de beleza delivery, entre outros.

De acordo com dados divulgados pela Abihpec (Associação Brasileira de Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), mostra que nos últimos cinco anos, o mercado de estética cresceu 567% somente no Brasil, e ainda apontou que no ano de 2018 o setor movimentou R$ 47,5 bilhões.

Assim como a procura pelos serviços de estética e bem-estar estão sempre em ascensão, aqueles que querem investir neste segmento também não ficam atrás. Segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising), o setor foi um dos que mais cresceram no segundo trimestre do ano, com um aumento de 6,6% em relação ao mesmo período de 2018. No total, o segmento faturou mais de R$ 8,8 bilhões e ultrapassaram a marca de 26 mil unidades.

Por que investir?

Análise de investimento

O Brasil é um dos países campões no consumo global de produtos e serviços voltados à estética. De acordo com dados da Abihpec, o país só fica atrás de Estados Unidos, que têm 16,5% de participação, e da China, que detém 10,3%.

As apostas da Euromonitor são de que os mercados brasileiros de beleza e cuidados pessoais devam crescer, ao menos, 14,3% até 2020. Dessa forma, um mercado consumidor ainda mais amplo se abre em oportunidades para quem pensa em investir em franquias de beleza.

Franquias de beleza masculina – elas estão entrando com tudo no mercado!

Tratamento de beleza para homens

Antigamente pensava-se que só as mulheres que se preocupavam com a beleza e estética. Mas com o mundo moderno, os homens também são muito mais vaidosos, eles são responsáveis por 30% do movimento dos centros de estética.

As barbearias chegaram ao mercado com um conceito diferente do tradicional e se tornou um ambiente onde os homens se encontram para tomar uma cerveja, conversar com os amigos e claro, cuidar da aparência da barba, mas tudo com pegada diferenciada.

Oportunidades

Oportunidades no mercado de beleza

O Brasil é um dos países que mais busca informações sobre beleza na internet, perdendo apenas para os Estados Unidos. Dessa forma, há uma gama de consumidores ávidos por consumir produtos e serviços ligados a esse mercado.

Conheça as maiores franquias do segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar, dentro do nicho de Beleza e Estética, de acordo com a ABF:

  1. O Boticário: É quase impossível não encontrar uma loja de O Boticário por aí. A maior rede de franquias do país contabiliza 3724 unidades.
  2. Óticas Carol: Antigamente, as óticas eram vistas apenas como venda de produtos médicos, mas os óculos passaram ser considerados acessórios de moda e também algo que possa ajudar a aumentar a beleza do consumidor. A rede tem 1143 lojas.
  3. Óticas Diniz: O mesmo caso da marca anterior. Com bastante força na expansão, a Óticas Diniz contabiliza 1116 unidades em todo o Brasil.
  4. Hinode: Forte concorrente de O Boticário, que tem ganhado força nos últimos anos principalmente por meio de venda direta. A Hinode tem 445 lojas ativas atualmente.
  5. Sobrancelhas Design: A única marca propriamente de estética a figurar no Top 50 da ABF em 2018 é nordestina e segue crescendo pelo país. Já são 316 unidades.

Além destas, o franchising conta com diversas opções, das mais variadas, e que ainda possuem um amplo mercado para expansão. Confira alguns exemplos:

Maybelline 

Franquia Maybelline

Fundada no Rio de Janeiro em 1996, a franquia tem 121 unidades e é especializada na venda de maquiagem. A marca é internacionalmente reconhecida, com presença em mais de 90 países

Faturamento médio mensal: a partir de R$ 55.000,00

Previsão de retorno: de 16 a 14 meses

Conhecer a franquia

The Body Shop

A marca de cosméticos tem origem inglesa, foi fundada em 1976 e já tem 125 unidades espalhadas por todo o país. Foi a primeira marca de beleza a se inspirar e buscar na natureza os ingredientes para seus produtos naturais.

Investimento inicial: a partir de R$ 135.000,00

Capital de giro:  a partir de R$ 40.000,00

Previsão de retorno: 36 meses

Conhecer a franquia

A ABF divulgou que o setor de franquias mantém o crescimento. No terceiro trimestre de 2018, o mercado de franquias brasileiro registrou um crescimento nominal de 6,1%, ante o mesmo período de 2018. O faturamento passou de R$ 44,479 bilhões para R$ 47,203 bilhões. Considerando-se os últimos 12 meses, a variação positiva foi de 6,8% (R$ 170,988 bilhões para R$ 182,657 bilhões).

Com uma taxa de crescimento semelhante a registrada no trimestre passado (5,9%) e no mesmo período de 2018 (6,3%), o terceiro trimestre mostra que o franchising está mantendo sua trajetória de crescimento gradual, mesmo em um cenário de inflação baixa e demanda oscilante por parte do consumidor.

O índice de abertura de lojas no terceiro trimestre foi de 4,3%, contra o fechamento de 1,4% das unidades, o que resultou num saldo de 2,9% no período. Com isso, o total de unidades de franquia em operação no País chegou a 160.553.

 

Segmentos

Todos os 11 segmentos que constam na lista da ABF cresceram no terceiro trimestre de 2019. A entidade acredita que os resultados positivos também possam ser influenciados por uma maior confiança do consumidor, passado um ano do período eleitoral. Casa e Construção, Moda e Informática e Eletrônicos foram os segmentos que mais se destacaram no período.

Com este desempenho, a ABF projeta que o crescimento do setor em 2019 deve ser de cerca de 7% em faturamento e de 5% em unidades franqueadas e empregos gerados. Já o volume de redes em operação no País deve ter um leve crescimento de cerca de 1%.

Setor de estética mantém crescimento

De acordo com a ABF, o segmento faturou R$ 31,9 bilhões em 2018, o que representa um crescimento de 6,3%. Em abertura de unidades, o crescimento foi de 5,4%.

Franquias de beleza e estética também são a maioria entre as microfranquias (redes de franquia com investimento inicial de até R$ 90 mil). De acordo com o estudo, 76 marcas operam só nesse formato e 20 têm, pelo menos, dois formatos diferentes de expansão.

O Brasil é o segundo maior país do mundo em número de academias, que estão dentro do segmento de franquias de beleza, de acordo com a Associação Brasileira de Academias (Acad), com 33.157. São quase oito milhões de alunos que movimentam US$ 2,5 bilhões. Segundo a pesquisa Global Report 2015, realizada pela International Health, Racquet & Sportsclub Association, o país é o 18º com o maior número de academias por habitantes em todo o mundo.

A preocupação com o bem-estar tem sido uma onda crescente na última década: em 2010 eram 15 mil academias e em 2014 já havia 30 mil.

As apostas dos especialistas são que as franquias de beleza e saúde continuem crescendo nos próximos anos e isso se dará pela preocupação do brasileiro com estética e lançamento de produtos que envolvam qualidade de vida. O forte uso das redes sociais, por parte das marcas, também é uma ferramenta que pode ajudar a aumentar o interesse de consumidores.

Candidatos que escolhem franquias de beleza, geralmente, encontram bons resultados, mas precisam ter perfil e seguir as diretrizes da franqueadora antes de pensar em investir.

Escolhendo uma franquia

 

10 cuidados antes de abrir franquias de beleza

  1. O candidato deve fazer uma autoanálise para entender se tem perfil de ser franqueado. Isso deve levar em conta a questão da possível subordinação a alguém que não será um chefe, mas um parceiro de negócios que detém a marca e o modelo franqueado. As regras e padrões desenvolvidos pela franqueadora precisam ser seguidos para que o negócio alcance o sucesso prometido.
  2. Independentemente de ser franquias de beleza e estética ou outra, o candidato deve buscar os nichos aos quais têm mais afinidade e interesse. No entanto, ele não pode se interessar apenas como consumidor, pois deverá gostar, também, do processo que envolve o negócio.
  3. Capacitação é essencial. Sempre busque cursos em entidades sérias e comprometidas como a consultoria Cherto, a ABF e o Sebrae, ou procure um de nossos consultores para ter mais informações sobre o que é ser um franqueado, quais as oportunidades do nicho de franquias de beleza e estética e se tem perfil para isso.
  4. Busque informações sobre a franqueadora que está propondo o negócio. Uma das formas de se certificar de que a franquia entrega o que promete é por meio da Circular de Oferta de Franquia (COF) que é entregue dez dias antes da assinatura de qualquer tipo de contrato. No documento, constam todas as informações referentes a franquia, bem como o contato de todos os franqueados e ex-franqueados que deixaram o negócio nos últimos doze meses. O ideal é entrar em contato com o máximo de empreendedores possível para se certificar de que a franquia de beleza e estética que você escolheu cumpre o que promete.
  5. Cheque no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) se a marca é devidamente registrada. Um dos maiores problemas jurídicos do franchising é investir em marca que não está registrada e pode ser facilmente adotada por outros empresários.
  6. A filiação à Associação Brasileira de Franchising (ABF) pode ser um diferencial, mas não um critério determinante. Quando a rede de franquia de beleza é associada, ela pode se submeter à análise do Selo de Excelência em Franchising, que busca por informações e levanta a satisfação dos franqueados em tudo que é oferecido pela franqueadora.
  7. Outra coisa importante, e que parte da análise do próprio franqueado, e o tipo de público que será atendido pela franquia. Antes de mirar em uma marca, verifique qual o público-alvo dela e qual é o consumidor médio que terá na sua região de interesse. Por exemplo, não adianta levar produtos e serviços de classe A para consumidores que costumem comprar ou consumir marcas classe C. Isso vale tanto para bairros, quanto para cidades com portes maiores ou menores.
  8. É importante que o candidato faça um estudo e análise criteriosos dos documentos e informações recebidas da empresa de franquias de beleza, inclusive do plano de negócio apresentado.
  9. A franqueadora deve apresentar ao candidato a Circular de Oferta de Franquia (COF) com todas as informações sobre o modelo de negócios operado. Pela lei de franquias (8955/94) nenhum contrato pode ser assinado antes de dez dias da entrega deste documento. A COF não deve conter apenas informações de marketing da empresa, mas todos os aspectos que envolvem o negócio, inclusive jurídicos.
  10. É importante considerar a contratação de um profissional especializado, de preferência um advogado, para a análise da COF e do contrato de Franquia, e ainda, de outros aspectos que o candidato julgue importante para se tornar um franqueado de empresa de franquias de beleza.

Brasil é um dos maiores do mundo

Brasil é um dos maiores mercado de beleza

O setor de franquias no Brasil é extremamente consolidado e a nossa lei inspira outros países a regulamentar a atividade empreendedora por meio do franchising. Em pouco tempo, o Brasil se tornou um dos maiores mercados do mundo, respeitado e recebido pela International Franchise Association (IFA), maior entidade de franquias do mundo, como uma autoridade mundial.

 

Franquias brasileiras mais representativas no exterior, por segmento

Saúde, Beleza e Bem-Estar, que incorpora as franquias de beleza é um dos predominantes, mas o maior salto ocorreu em Outros e Casa e Construção.

Crescimento dos setores nacionais

De acordo com o último balanço divulgado pelo Conselho Mundial de Franquias (WFC, da sigla em inglês) o Brasil é o quarto maior mercado de franquias do mundo. No entanto, em número de unidades, é o sexto maior. Veja na tabela a seguir:

Ranking de franquias