Anúncio

PUBLICIDADE

Encontre as melhores franquias para o seu perfil

Franquias Cacau Show e outras redes de chocolate

14 de janeiro de 2020

Compartilhe
Franquias de chocolate

Franquias cacau show é uma das franqueadoras que mais crescem no setor alimentícios, e atualmente está presente em todo o mercado nacional.

 

O setor de alimentação é considerado um dos mais consolidados e representativos do franchising brasileiro. Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) no primeiro trimestre de 2019, o faturamento deste nicho foi de mais de R$ 10 bilhões, bem à frente dos demais setores. A título de curiosidade, uma das redes de Alimentação que mais tem unidades espalhadas pelo país é a marca de franquias Cacau Show.

Panorama do mercado

Sempre mostrando maturidade e resiliência, o segmento de franquias de alimentação somou 33.895 operações em um universo de 153.794 unidade, o equivalente a 22%. E das quase 3 mil redes de franquias, 762 são voltadas para alimentação.

Anualmente, a ABF lança um estudo sobre o mercado de alimentação dentro do setor de franquias, em parceria com a Galunion Consultoria. Dados da pesquisa dão conta de que há cerca de 762 marcas de franquias do segmento de Alimentação, 27,2% de todo o setor. O faturamento teve um crescimento de 7%, saltando para R$ 45,8 bilhões em 2018.

Separando por segmentos, as chocolaterias estão inseridas dentro do segmento de Doceria e Sorveteria, que teve uma alta no faturamento de 13,17% no ano de 2018 em relação a 2017.

Cerca de 34 mil lojas em operação no país são franquias de alimentação. O segmento segue crescendo no Brasil. Em 2018, foram abertas 10,28% de unidades e fechadas 3,15%. Houve também um repasse de 2,53%.

Mais da metade (52%) revelaram que pretendem apostar em lojas de menu reduzido para continuar a crescer durante a recuperação econômica. Quiosques vêm em segundo lugar na preferência (49%).

As franquias de alimentação costumam ser o gerador de mão de obra inicial no mercado de trabalho e costumam ser responsáveis pelo primeiro emprego de muitas pessoas e pela formação profissional delas, oferecendo treinamento e capacitação contínuas. Isso também se deve as fábricas de chocolate, por exemplo, que tem picos de contratação em épocas como Páscoa e Natal, e muitas vezes acabam efetivando esses profissionais.

Mundo do chocolate

Mundo do chocolate

Se você está lendo essa matéria e é um chocólatra de plantão, saiba que dentro do universo das franquias de alimentação, as chocolaterias ganham um destaque muito importante. Segundo dados da Euromunitor, o setor de chocolates faturou R$ 13,3 bilhões no Brasil. Com uma infinidade de fãs, as dedicadas a este segmento se tornaram uma opção doce, saborosa e lucrativa para quem deseja investir.

Esse “boom” da abertura das franquias de chocolate se deve à facilidade que se tem de abrir uma unidade franqueada, a diversidade de áreas de atuação e preços, permitindo ter um leque de opções desde marcas nacionais até as internacionais. Vale ressaltar que a sazonalidade que os chocolates sofrem são positivas, ou seja, as vendas aumentam, e durante o ano, podem estabilizar-se um bom patamar.

Consumo de chocolate

Consumo de chocolate

As vendas do chocolate vão muito além das datas comemorativas como Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Namorados e Natal, por exemplo. Dados da Confectionary News, da Target Map e da Euromonitor, o brasileiro consome cerca de 2,5 kg de chocolate. O Brasil está entre os 20 maiores consumidores do produto, perdendo apenas para países como Suíça, Alemanha, EUA e França, que contam com uma vantagem importante, as baixas temperaturas, que fazem com que o incentivo ao consumo seja maior.

Uma outra pesquisa realizada pela Associação Brasileira da Indústria de Chocolate, Amendoim e Balas (ABICAB), mostrou que todas as classes sociais consomem o produto, sendo maior preferência entre a Classe C, com 55% e que 50% consome, no mínimo, uma vez a cada três meses.

Em 2018 foram produzidas 671 mil toneladas de chocolate, um aumento de 6,5% em relação a 2017, [quando foram 630 mil. Esses números incluem os achocolatados em pó também. Sem esse produto, são 459 mil toneladas, crescimento de 13,4% em relação a 2017, quando foram de 404 mil. Os dados da Euromonitor ainda destacam que o setor de chocolates faturou R$ 13,3 bilhões no Brasil.

O brasileiro realmente é um país chocólatra. E isso é uma grande oportunidade para quem pensa em abrir franquias Cacau Show ou de outra marca. Além disso, o chocolate ainda traz benefícios ao organismo, principalmente com as versões com maior teor de cacau, um dos preferidos pelos consumidores ultimamente.

Hora de investir em uma franquia de chocolate

Investir em franquia de chocolate

Para quem deseja abrir uma franquia de chocolate, saiba que existem muitos modelos, assim como os tipos de produtos. Desde quiosques a lojas com baixo investimento, os modelos de franquias atendem os mais diversos padrões, estilos e gostos.

Para investir no setor de franquias de chocolate, vale a mesma regra para as demais marcas do segmento de franchising. É preciso avaliar com qual delas mais se identifica (não existem apenas franquias Cacau Show, por exemplo) e quanto de investimento o franqueado tem disponibilidade. É preciso um envolvimento direto e maior entrega aos negócios para que os resultados sejam favoráveis.

Franquias Cacau Show – a maior franquia de chocolate

Franquias cacau show

A rede de franquias Cacau Show foi fundada em 1988 e torneou-se a maior rede de chocolates finos no mundo. Em 2013, a marca passou a fazer parte da Cacau Par, holding criada por Alexandre Costa, presidente da marca, e que também possui o controle da rede Brigaderia.

São mais de 2262 franquias Cacau Show em operação e implantação nos principais shoppings, avenidas, ruas, universidades e empreendimentos comerciais de todo o Brasil. A franquia da Cacau Show está em constante inovação e ainda oferece uma variedade de produtos e sabores para todos os gostos, bolsos e momentos. É uma das redes de franquia mais famosas do Brasil. De acordo com informações do site oficial da ABF, entidade representativa do setor de franquias no Brasil, o investimento inicial para abrir franquias Cacau Show é a partir de R$ 155 mil.

A holding recebeu investimento de US$ 50 milhões e está apoiada em três pilares de atuação: comprar empresas de pequeno porte, com grande potencial de crescimento, e ajudá-las a crescer de forma sustentável, trazer negócios do exterior para o Brasil, e por fim, a criação de novas empresas.

A fábrica que produz os produtos das franquias Cacau Show processa mais de 20 milhões de quilos de chocolate por ano, o que equivale a cerca de 60 toneladas por dia. Para dar conta de toda essa demanda, a marca investiu em tecnologias de ponta, como no caso de uma máquina para a produção de ovos de Páscoa, que foi desenvolvida na Suíça e patenteada pela Cacau Show. Uma curiosidade percebida pelos diretores da marca foi que o paladar do cliente mudou. A procura pelo chocolate amargo, está crescendo e chegando em dois dígitos.

Para aqueles que desejam adquirir franquias Cacau Show, a empresa oferece suporte em todas as fases de implantação, desde orientação na pesquisa do ponto comercial, passando por toda a consultoria de campo, treinamento, conselho de administração e gestão do fundo de publicidade. A marca disponibiliza os seguintes modelos de negócios: loja em formatos convencional, light, smart e os quiosques, que são direcionados para as galerias e hipermercados.Franquias do segmento

Confira outras redes de franquias de chocolate, além das franquias Cacau Show que fazem sucesso no mercado:

 

Brasil Cacau

Franquia Brasil Cacau

A marca do Grupo CRM, detentora da Kopenhagen e Lindt, então entre as vinte maiores empresas de franchising do Brasil. A rede oferece chocolates de qualidade a preços acessíveis e com um visual jovem e moderno. São dois modelos de negócios – loja e quiosque. A loja precisa ter um espaço mínimo de 30 m² e o quiosque projetado para shoppings e supermercados, onde há um maior fluxo de pessoas.

 

Kopenhagen

Franquia Kopenhagen

Com mais de 300 lojas presentes nos principais shoppings e centros de compras em todo o território brasileiro, a marca conta com um investimento inicial para abrir um quiosque começa larga de R$ 200 mil. Já a loja completa tem um custo de implantação inicial de R$ 400 mil. Mas a franqueadora ressalta aos novos franqueados que tenham uma disponibilidade financeira maior, no entanto, para custear o capital de giro e a compra dos produtos. Para abrir uma loja, é preciso comprovar a quantia de R$ 700 mil, e para o quiosque de R$ 450 mil.

 

Chocolateria Katz

Franquia Chocolateria Katz

Fundada há 66 anos, a franquia conta com mais de 81 lojas espalhadas pelo estado do Rio de Janeiro, e uma loja de fábrica em Petrópolis, região serrana do Rio. A marca desenvolve receitas tradicionais de chocolates e bombons artesanais seguindo a culinária germânica. A expansão em franquia teve início em 2009, e o modelo de negócio foi projeto em formato de licenciamento simples, sem royalties e sem taxa de propaganda, com know how  de uma marca consolidada no setor de chocolate premium.

 

Planeta Bombom

Franquia Planeta Bombom

Fundada em 2003, a marca tornou-se referência quando se fala em bomboniere moderna. Priorizando sempre a excelência em atendimento e preocupando-se em oferecer produtos e serviços de qualidade incontestável.

 

Havanna

Franquia Havanna

A marca possui modelos de negócios diferenciados – mix de cafeteria completo, aliado ao mix de presentes e produtos, tanto tradicional quanto sazonal. A loja demanda um espaço a partir de 35m², e o quiosque uma área de 16m², mais a área das mesas, sendo indicados para implantação em lugares com grande fluxo de pessoas.

 

Caracol Chocolates

Franquia caracol chocolates

Com mais de 30 anos no mercado a Caracol Chocolates, original de Gramado, no Rio Grande do Sul, é uma empresa voltada para a produção de chocolates artesanais.

 

Gallette Chocolates

Franquia Gallette Chocolateria

A rede oferece dois modelos de negócios: loja com café e quiosques com café. O projeto arquitetônico conta com materiais ecológicos e foi pensado de forma a criar um ambiente rústico e ao mesmo tempo aconchegante, visando tornar a experiência das pessoas, nas lojas em todos os aspectos.

 

Fábrica Di Chocolate

Franquia Fábrica Di Chocolate

A marca traz um novo conceito na linha de produtos com chocolates finos e saudáveis, destacando o “foundue express” com frutas selecionadas e coberto com chocolate ao leite, branco, meio amargo e diet.

 

Chocolateria Brasileira

Franquia Chocolateria Brasil

Há mais de 100 anos, a marca foi formatada recentemente no modelo de franquias e possui diversas unidades espalhadas pelo território brasileiro, em formato de loja, quiosque e home based.

 

Chocolateria Lugano

Franquia Chocolateria Lugano

A marca nascida em Gramado, no Rio Grande do Sul, atua em oito estados brasileiros e no Distrito Federal. O modelo de negócio conta com uma cafeteria e uma chocolateria, em um espaço que varia de 80 m² a 120 m².

Brasil é um dos maiores do mundo

O setor de franquias no Brasil é extremamente consolidado e a nossa lei inspira outros países a regulamentar a atividade empreendedora por meio do franchising. Em pouco tempo, o Brasil se tornou um dos maiores mercados do mundo, respeitado e recebido pela International Franchise Association (IFA), maior entidade de franquias do mundo, como uma autoridade mundial.

Dicas importantes na hora de investir em uma franquia de chocolate

Investir em franquia de chocolate

Para aqueles que desejam ingressar nas franquias de chocolate é preciso levar em conta algumas dicas importantes, pois o futuro franqueado deve ter em mente que trabalhará de domingo a domingo e ainda comandará o fogão e as panelas no início do negócio, até que tudo esteja regulamentado e funcionando da melhor maneira possível. Confira:

  1. Conheça o mercado e entenda quem são os seus concorrentes;
  2. Procure por marcas que já possuem uma operação consolidada no segmento;
  3. Faça tudo dentro da Lei. Não queira bancar o esperto e pular as etapas. Leia atentamente a cartilha da lei do franchising e busque ajuda de consultorias e empresas consolidadas para fazer a formatação da sua loja;
  4. Dedique um tempo para estudar. Faça cursos de capacitação e treinamentos;
  5. Converse com outros franqueados da rede para entender como funciona o dia a dia da operação;
  6. Conheça o público e o produto que irá vender. Isso ajudará na hora de escolher o ponto ideal para abrir a nova unidade;
  7. A seleção e o treinamento da equipe são pontos fundamentais, que o preparo dos pratos é primordial para cair no gosto do público;
  8. Outro ponto muito importante: neste setor a rotatividade é muito grande e o salário

Se quiser saber mais sobre como abrir sua franquia de chocolate, não deixe de falar com nossos especialistas ou conheça mais opções dentro do mesmo segmento.Franquia por segmento