Anúncio

PUBLICIDADE

Encontre as melhores franquias para o seu perfil

Franquia de sushi: boa oportunidade de investimento no segmento de alimentação

4 de janeiro de 2022

Compartilhe
mulher comendo de uma franquia de sushi

Sushi, sashimi, temakis…A comida japonesa que antes era considerada exótica caiu definitivamente no gosto do brasileiro. 

De norte a sul do país, em grandes ou pequenas cidades é sempre possível encontrar alguma franquia de sushi ou restaurante de comida japonesa. 

Dentro do universo do franchising, a franquia de sushi se enquadra na categoria de comida japonesa pertencente ao segmento de alimentação e se tornou uma ótima opção de investimento. 

De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), as marcas em operação faturaram R$ 40,9 bilhões, em 2020, mesmo num ano de pandemia e de muitas incertezas na economia.

Por que as franquias de sushi fazem tanto sucesso?

O número de franquias de sushi cresce a cada esquina com a popularização da comida japonesa no país. Isso também é reflexo do comportamento dos consumidores que estão em busca de uma vida mais saudável, o que inclui se alimentar melhor. 

O sushi, o principal prato da culinária oriental e mais popular por aqui, tem como base o arroz cozido combinado com outros ingredientes como peixes crus e legumes. 

Em geral, a culinária oriental oferece ingredientes frescos, ricos em gorduras do bem – como o ômega 3 presente no peixe importante para o colesterol (HDL) – e com muitos nutrientes. 

Dados da Associação Brasileira de Piscicultura (2019) apontam que o brasileiro gosta de peixe. São aproximadamente 10 quilos de peixe por ano.

Nem só de sushi vivem franquias de sushi

Outro fator importante é que as franquias de sushi vem diversificando seu  mix de produtos e mudando aquela visão de que comida japonesa é somente peixe cru.

Cada vez mais as marcas investem em preparos cada vez mais mais saborosos, práticos e diferenciados que vão além do sushi como yakissoba, refeições orientais vegetarianas, pratos quentes, temakis e muito mais. 

Ao mesmo tempo que o cardápio se amplia, as possibilidades e formatos de franquia de sushi também. Há diferentes possibilidades de investimentos para quem quer entrar no setor de alimentação, em especial de comida oriental.

Perfil pra quem quer ter uma franquia de sushi

Para aqueles que querem ter uma franquia de sushi é importante entender que o segmento não possui um modelo de baixo investimento.

Isso porque a operação de franquia de sushi exige uma equipe altamente especializada e treinada, ingredientes sempre frescos e todo um cuidado no atendimento e manipulação dos alimentos. 

As temakerias, dentro do universo das franquias de sushi, são as opções mais acessíveis para quem quer empreender. 

É preciso ter dedicação exclusiva ao negócio, ainda mais quando se trata de franquia de sushi. Quando se trabalha com alimentação, o empreendedor tem que ter em mente que vai trabalhar finais de semana e até feriados. 

É preciso ter um olhar apurado sobre os alimentos que estão sendo servidos, a forma certa de  preparo e boa capacidade de gestão. Comida japonesa exige muita técnica, atenção e prática ao preparar.  

O bom de investir numa franquia de sushi é o suporte que o franqueado (dono da marca) oferece ao franqueado para a gestão, marketing e logística do empreendimento. Todo o know how é repassado ao empreendedor para garantir o sucesso do negócio.

Dicas de ouro para escolher uma franquia de sushi

Homem preparando comida japonesa (sushiman)

Produtos sempre frescos e profissionais qualificados são essenciais para ter um bom restaurante japonês. Foto: FreePik

 

O peixe é o grande carro-chefe de qualquer franquia de sushi. 

A realização de pesquisa é importante  para ter mais informações sobre o negócio e também direcionar melhor a escolha do tipo de franquia pretendida. 

As franquias de sushi têm um investimento mais alto, porém existem possibilidade mais acessíveis para começar o empreendimento. Por isso, é importante checar as informações sobre tempo de retorno sobre o investimento e outros detalhes que podem te ajudar a decidir apostar em franquias mais lucrativas.

1) Escolha bem os fornecedores

A capacidade de relacionamento de quem quer empreender numa franquia de sushi faz total diferença principalmente na negociação com fornecedores.

É preciso apostar em bons fornecedores que entreguem ingredientes sempre frescos com comprovação de procedência e de higiene.

2) Proximidade com o mar

Para quem quer atuar com uma franquia de sushi é importante ficar atento a alguns detalhes, principalmente se a cidade que você vai abrir o negócio fica em regiões litorâneas.

A base da comida japonesa é o peixe. É importante verificar a facilidade de acesso ao ingrediente e ter fornecedores como peixarias de confiança. 

É importante conhecer a frequência e disponibilidade do produto para fazer uma boa gestão de estoque. Afinal, numa franquia de sushi tudo tem que ser fresco para consumo. O armazenamento dos ingredientes também é importante.

3) Equipe qualificada

Uma franquia de sushi exige uma equipe especializada. O sushiman é a peça principal em qualquer restaurante de comida japonesa. 

Além de preparar os pratos e gerir o restante da equipe, o sushiman ainda pode incrementar novidades ao cardápio.

4) Gestão do estoque

Uma boa gestão do estoque é fundamental para quem vai apostar em investir numa franquia de sushi.

Trabalhar com produtos frescos – como peixes e outros frutos do mar – exige um olhar afinado em relação ao cálculo das porções a ser usado no preparo dos pratos. Além dos prazos de entrega.

Os amantes de comida japonesa tem um paladar apurado. Muitos deles frequentam restaurantes japoneses há muito tempo  e sabem muito bem quando os pratos estão sendo preparados com ingredientes de primeira qualidade.

5) Modelo de consumo

A franquia de sushi pode oferecer aos clientes duas opções de consumo: o rodízio ou a la carte.  

É possível ter os dois modelos, oferecendo no rodízio pratos mais tradicionais, se for uma opção do empreendedor, e no sistema a la carte apresentar pratos especiais. 

É fundamental entender os desejos dos consumidores. São eles que vão ajudar a diversificar o cardápio e fazer o marketing boca a boca que faz toda a diferença.

Use e abuse também das redes sociais para divulgar sua franquia de sushi.

6) Agilidade no atendimento

Ter um serviço rápido e bom atendimento também é essencial para a franquia de sushi prosperar. 

Sirva com agilidade os pratos, principalmente os frios,  treine sua equipe para reduzir ao máximo o tempo de espera dos clientes especialmente se sua franquia de sushi oferecer rodízio.

Opções de investimento em franquias de sushi

Sushi e sashimi servidos num prato.

De restaurante à delivery: o mercado de franquias de sushi é um negócio promissor no setor de alimentação. Foto. FreePik

 

Há opções de franquias de sushi que vão desde restaurantes físicos no estilo buffet à temakerias com entregas delivery com opções de pratos rápidos e saborosos. 

 

SushiChic

Investimento inicial: a partir de R$250 mil (incluindo taxa de franquia)

 

Sushi Way

Investimento inicial: a partir de R$200 mil (incluindo taxa de franquia)

 

MaxSushi

Investimento inicial: a partir de R$310 mil (incluindo taxa de franquia)

 

Sushi Loko 

Investimento inicial: a partir de R$297 mil (incluindo taxa de franquia)

Para mais informações sobre o mercado de franchising e como  investir na sua franquia de sushi,  clique aqui.