Anúncio

PUBLICIDADE

Encontre as melhores franquias para o seu perfil

Franquia de farmácia: confira 10 opções para investir nesse modelo

8 de abril de 2021

Compartilhe
Mulher sorridente pega caixa de remédio de uma estante de franquia de farmácia

Algumas opções de investimento chamam muito a atenção de empreendedores em busca de alto faturamento e segurança em caso de crises econômicas. Quem decide investir em franquia de farmácia não sofre com sazonalidades nem em momentos de crise como o que vivemos atualmente, por exemplo.  

Inclusive, vale lembrar que estamos em um momento delicado em questões de saúde, o que aumentou consideravelmente a busca por serviços de necessidade essencial, como o oferecido em franquia de farmácia. 

Durante a pandemia, serviços não essenciais possuem restrições de funcionamento e, em alguns casos, estão proibidos de funcionar. Mas quem é dono de franquia de farmácia não tem que lidar com esse problema, pelo contrário!

Durante o 4º trimestre de 2020 o segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar, que inclui as franquias de farmácia, foi o segundo que mais faturou no mercado de franquias, movimentando mais de R$10 milhões*.

Além disso, quem trabalha com franquia de farmácia viu o faturamento aumentar não apenas pela busca de produtos voltados para a saúde, mas também porque foi possível diversificar os itens comercializados na loja e oferecer produtos de estética, maquiagem, acessórios relacionados ao bem-estar, entre outros. 

Um grande exemplo de quem soube aproveitar o potencial das farmácias foi a Havaianas que passou a vender chinelo nesses locais e, assim, driblar a crise porque entendeu que os consumidores, de uma maneira ou de outra, eventualmente estariam nesse ambiente.

* Dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF)

Franquia de farmácia: por que investir nesse segmento

Mulher sorri para câmera enquanto tira pressão de paciente

Não sofrer com crises econômicas ou sazonalidades estão entre as principais vantagens das franquias de farmácia. Foto: Unsplash

 

A grande vantagem de ter franquia de farmácia está em comercializar produtos de primeira necessidade. 

E quando falamos em primeira necessidade não queremos dizer apenas remédio. Não se vende só remédio em franquia de farmácia!

Produtos de higiene no geral, itens de estética e cuidado pessoal, e produtos essenciais para o cuidado com bebês, chocolates e refrigerantes, entre outros, são alguns exemplos de que nem só de remédio vive a franquia de farmácia. 

Como vimos, é possível vender até chinelo nesses estabelecimentos! 

Por isso, quem investe em franquia de farmácia pode ficar tranquilo porque sempre haverá demanda pelos serviços e produtos dessa área.

O setor farmacêutico em números

Dados do Conselho Federal de Farmácia (CFF) mostram que atualmente existem no Brasil 229.018 farmacêuticos inscritos em conselhos regionais de farmácia; mais de 88 mil farmácias e drogarias privadas (incluindo franquia de farmácia); e 464 indústrias farmacêuticas. 

De acordo com dados da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (ABRAFARMA), as 26 redes associadas faturaram R$56,87 bilhões em 12 meses* e realizaram 900 milhões de atendimentos. 

Tudo indica que o faturamento total das farmácias em operação no Brasil seja muito maior já que a ABRAFARMA registra dados apenas das redes associadas. 

* Dados referentes ao ano de 2020.

A rotina do franqueado de franquia de farmácia

remédio de franquia de farmácia

Muito mais do que remédio: além de vender produtos de primeira necessidade, as farmácias oferecerem um leque variado de outros itens que vão desde produtos de estética até acessórios. Foto: Unsplash

 

Assim como basicamente tudo que envolve o mercado de franquias, a rotina do franqueado também possui padrões a serem cumpridos. 

Além de gerir a equipe, administrar o estoque, manter contato com fornecedores e cuidar da loja, o franqueado de franquia de farmácia deve cumprir o que foi acordado na Circular de Oferta de Franquia (COF) como pagar as devidas taxas mensais à franqueadora (royalties e taxa de publicidade), além de manter a franqueadora devidamente informada sobre a gestão da unidade.

E como citamos anteriormente, quem empreende em franquia de farmácia não vende só remédio. 

Entre as áreas envolvidas nos serviços farmacêuticos, estão:

  • Prevenção e imunização da população; 
  • Atuação em campanhas como Setembro Amarelo, Outubro Rosa, Novembro Azul, entre outras; 
  • Orientação e tratamento para autocuidado; 
  • Avaliação, acompanhamento de problemas de saúde dos clientes e possível encaminhamento para sistemas de saúde etc.

Mas atenção para legislação!

Não é necessário ter experiência na área da saúde para investir em franquia de farmácia, mas é obrigatório ter um farmacêutico habilitado e devidamente registrado no Conselho Federal de Farmácia (CFF) para prestar o atendimento necessário à população. 

Para saber mais sobre a lei que rege a área clique aqui.

10 opções de franquia de farmácia para investir e lucrar em 2021 

Separamos para você 10 opções de franquia de farmácia associadas à ABF para conhecer, investir e começar a lucrar neste ano. Confira: 

 

Compre Certo – Rede de Drogarias

Investimento inicial: a partir de R$96 mil 

Faturamento médio mensal: R$150 mil

Retorno de investimento: 36 meses

Veja mais aqui

 

Drogarias Max

Investimento inicial: a partir de R$250 mil 

 

Drogashop 

Investimento inicial: a partir de R$205 mil 

 

Farma & Farma 

Investimento inicial: a partir de R$289.950 

Faturamento médio mensal: a partir de R$128 mil

Retorno do investimento: de 18 a 42 meses 

 

Phitofarma 

Investimento inicial: a partir de R$155 mil 

 

A Fórmula 

Investimento inicial: a partir de R$350 mil 

 

Drogaria Santa Marta 

Investimento inicial: a partir de R$490 mil 

 

Farmácia Roval 

Investimento inicial: a partir de R$290 mil 

 

Farmácias São Rafael 

Investimento inicial: a partir de R$229 mil 

 

Farma Total 

Investimento inicial: a partir de R$205 mil