Anúncio

PUBLICIDADE

Encontre as melhores franquias para o seu perfil

Franquia de escola de idiomas: 10 opções de investimento para faturar

9 de novembro de 2021

Compartilhe

A franquia de escola de idiomas é uma das opções de negócio para empreendedores que querem investir no segmento de Serviços educacionais. 

A categoria movimentou R$2.824 bilhões ao longo do 2º trimestre deste ano, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), com alta de 5% em relação ao período anterior.

Por se tratar de um modelo sólido e bem estruturado, a franquia de escola de idiomas é uma das principais alternativas para quem pretende trabalhar no segmento através de marcas conhecidas e com padrões fáceis de serem aplicados. 

É importante ter em mente que a franquia de escola de idiomas é exatamente isso: uma escola. 

Dessa maneira, o franqueado deverá estar atento para todos os processos da unidade, desde assuntos relacionados à administração do negócio até a aprendizagem dos alunos.

Franquia de escola de idiomas: quais são as opções disponíveis

Foi só ler “franquia de escola de idiomas” que você já deve ter pensado na língua inglesa, não é mesmo?

Essa realmente é a primeira opção que surge na nossa mente quando pensamentos em outro idioma, mas a franquia de escola de idiomas oferece serviços que vão muito além do inglês. 

É possível ter uma unidade focada no espanhol, no francês, em escolas bilíngues, escolas voltadas para o ensino infantil de línguas estrangeiras, escolas específicas para quem pretende fazer intercâmbio, entre muitas outras opções. 

Está procurando uma franquia de escola de idiomas para investir e não sabe por onde começar? Clique aqui e conheça diversas opções de negócio.

Características da franquia de escola de idiomas

Duas pessoas folheiam caderno com anotações

É possível ser o próprio chefe e fazer os próprios horários através da franquia de escola de idiomas. No entanto, esse modelo requer comprometimento integral do franqueado já que ele será o único responsável pelo desenvolvimento da unidade. Foto: Unsplash

 

Antes de comprar uma franquia de escola de idiomas é preciso ter em mente que a maioria dos modelos de negócio vão depender da unidade física.

Em outras palavras, a franquia vai precisar de professores qualificados para completar a carga horária da escola. Mas isso não significa que o franqueado deva ser necessariamente um professor!

O ideal antes de empreender é ter o mínimo de interesse no segmento escolhido, claro, e esse pode ser um diferencial na franquia de escola de idiomas.

No entanto, o franchising não exige do franqueado a obrigação de ter experiência na área. É que a franqueadora tem a responsabilidade de oferecer suporte, treinamento, know how e compartilhar sua infraestrutura com todos os franqueados da rede.

Esse diferencial competitivo faz com que qualquer pessoa, até mesmo quem não tem nenhuma experiência, tenha condições de ter uma unidade com bons resultados.

Mas e a modaliade home office?

Existem alguns modelos de negócio mais flexíveis, caso do home office, por exemplo. Nessa situação, o franqueado é o próprio funcionário da unidade, ou seja, ele mesmo será o professor da franquia de escola de idiomas. 

Aí sim existe a necessidade de ser formado na área. 

Além disso, o comprometimento com o desenvolvimento da unidade será redobrado já que todos os resultados dependem de uma só pessoa. 

Vale lembrar que a modalidade home office não é aconselhável para todo mundo. 

Entre as principais características desse modelo, estão:

Disciplina: o franqueado terá a liberdade para definir os próprios horários de trabalho, mas isso não significa que as responsabilidades serão menores; na verdade, acontece o contrário;

Foco: algumas pessoas simplesmente não se adaptam ao home office justamente por estarem no conforto do lar. São muitas distrações que podem comprometer o rendimento do trabalho, daí a importância de manter sempre o foco; 

Controle financeiro: por mais que o trabalho remoto passe uma certa ideia de controle e tranquilidade, o franqueado deve estar sempre atento para a parte financeira da unidade. Mesmo sem ter funcionários, é importante manter as contas em dia para não atrapalhar o fluxo da franquia. 

Atenção: é ainda mais importante saber separar as despesas da franquia de escola de idiomas das próprias contas quando a operação é home office.

Em alguns casos é possível investir no franchising como opção de segunda renda, mas se a franquia for a única fonte financeira do franqueado, especialmente trabalhando em casa, a atenção deve ser redobrada. 

Para saber mais sobre o modelo de negócio home office clique aqui.

Colaboradores: parte essencial da franquia de escola de idiomas

Como falamos anteriormente, a grande maioria das franquias de escolas de idiomas atuam na modalidade loja física.

Isso significa que o franqueado não estará sozinho ao longo da operação: diversos funcionários serão parte fundamental da rotina da unidade. Nesse caso, é importante saber quais profissionais contratar, ainda mais se tratando de algo tão importante como a educação.

No caso de franqueados sem experiência, a ajuda da franqueadora será crucial durante essa etapa.

Seguindo a padronização

Se tem um fator que deve estar em primeiro lugar na lista de prioridades do franqueado é a padronização.

Todo o mercado de franquias é construído em cima de padrões. Na verdade, a padronização é a prova de que o modelo de negócio desenvolvido pela franqueadora deu certo e está pronto para ser replicado.

Por isso, seguir as recomendações da franqueadora não é apenas uma questão opcional, mas sim uma maneira de garantir a continuidade dos negócios e, como consequência, resultados positivos para a unidade.

10 franquias de escola de idiomas para investir e faturar o ano todo

Duas mulheres de máscara conversando

Aprender um novo idioma é fundamental para quem pretende fazer um intercâmbio, conhecer outros países ou se colocar numa posição de destaque profissionalmente. Foto: Unsplash

 

Beetools

Investimento inicial: a partir de R$16 mil

Prazo de retorno: de 15 a 30 meses

 

Brasil Canadá Educação Bilíngue 

Investimento inicial: a partir de R$1 milhão 

 

CCAA

Investimento inicial: a partir de R$220 mil

Faturamento médio: R$90 mil

Prazo de retorno: de 24a 36 meses

 

CNA 

Investimento inicial: a partir de R$50 mil 

Faturamento médio: R$95 mil 

Prazo de retorno: de 24 a 48 meses

 

Cultura Inglesa

Investimento inicial: a partir de R$290 mil

 

Fisk

Investimento inicial: a partir de R$120 mil 

Prazo de retorno: de 18 a 24 meses

 

Instituto Brasileiro de Línguas

Investimento inicial: a partir de R$33 mil 

Faturamento médio: R$55 mil 

Prazo de retorno: de 12 a 18 meses 

 

Maple Bear

Investimento inicial: a partir de R$2 milhões

Faturamento médio: R$400 mil 

Prazo de retorno: de 36 a 48 meses

 

Minds English School 

Investimento inicial: a partir de R$69 mil

Taxa de franquia: a partir de R$19 mil

Capital de giro: a partir de R$17 mil 

Faturamento médio: a partir de R$35 mil 

Previsão de retorno: a partir de 18 meses 

 

Red Baloon

Investimento inicial: a partir de R$580 mil

 

Quer saber mais sobre o mercado de franquias? Clique aqui e fique por dentro das últimas novidades.