Anúncio

PUBLICIDADE

Encontre as melhores franquias para o seu perfil

Planejamento para 2021: Cinco etapas para organizar o seu ano

28 de dezembro de 2020

Compartilhe
Mulher falando sobre o planejamento para 2021

Enfim, 2020 está terminando

Depois de um primeiro semestre nebuloso, a economia brasileira começa a dar sinais de melhora. Mesmo com a queda do PIB no primeiro semestre, o Brasil está entre os países emergentes que menos sofreram prejuízos financeiros com a crise, tendo melhores perspectivas de recuperação econômica para o próximo ano, por isso, comece o planejamento para 2021 agora.

Com o fim do ano chegando, é fundamental que as empresas já comecem a formular quais serão seus objetivos para continuar crescendo no próximo ano. Ou mesmo retomar o crescimento após o impacto da quarentena.

Como está o seu planejamento para 2021?

Algumas lideranças já estão preparando seus setores de geração de receita para já chegarem no próximo ano armados das estratégias, táticas e métodos necessários para a retomada.

Por isso, se você ainda não fez o seu planejamento para 2021 é melhor começar agora. Para ajudar nesse processo, elaboramos um planejamento em 5 etapas:

1ª Etapa: Definição de objetivos;

2ª Etapa: Definição de estratégias;

3ª Etapa: Definição de táticas;

4ª Etapa: Operação comercial;

5ª Etapa: Métodos de controle e manutenção.

Confira, a seguir, o que cada uma dessas fases representa:

1. Definição de objetivos

Para começar o planejamento para 2021, é necessário pensar e se perguntar primeiro: quais serão os planos para o ano que vem?

Você quer aumentar as vendas simplesmente? Precisa melhorar a taxa de conversão? Quais KPIs seguir?

Existe uma diversidade de indicadores que podem te ajudar a medir os resultados do seu próximo ano, mas o importante é que você não se perca em meio aos números.

Para manter o foco no seu planejamento, é importante definir algumas métricas primárias que vão orientar seu desempenho geral e métricas secundárias que vão te ajudar a fazer análises mais aprofundadas.

Dessa forma, se uma métrica primária não for atendida, você pode olhar para as métricas secundárias para entender o que pode ter acontecido.

2. Definição das estratégias

Agora que você já tem seus objetivos, vem o momento de traçar quais estratégias você pode utilizar para cumprir com esses objetivos.

Seja aumentar as vendas, diminuir o ciclo ou aumentar a eficiência da equipe, você precisa pensar em como é possível colocar isso em prática.

Assim como em qualquer modelo de negócio, as estratégias vão variar muito de acordo com o tipo de cliente que você busca atrair, qual a sua cobertura atual e qual produto ou serviço você está ofertando.

3. Definição das táticas

Seu planejamento já tem objetivos e as estratégias para tornar os objetivos possíveis. Agora está na hora de pensar na estrutura que vai dar suporte a esse processo.

Nesse contexto, principalmente quando pensamos em empresas em crescimento, estamos falando principalmente da padronização de processos.

O motivo disso é porque toda área tem a sua rotatividade. Pessoas entram e saem de uma empresa, mas é crucial que os processos não sejam repensados a cada alteração na equipe.

E é nesse ponto que surgem táticas para garantir que os processos vão se manter.

4. Operação comercial

Não é apenas a parte administrativa que precisa de planejamento. A operação também precisa estar bem abastecida de dados, técnicas e métodos para saber lidar bem com cada situação.

A equipe comercial pode ter sua rotina otimizada se tiver feito a “lição de casa”:

– Estudo do perfil do cliente;

– Mapeamento de objeções;

– Técnicas de persuasão.

5. Métodos de controle e manutenção

A experiência nos mostra que planejamento nem sempre sai como esperado. Por isso, além da estrutura para manter a operação
funcionando corretamente, é importante contar com métodos para garantir que, de tempos em tempos, você corrigirá os erros existentes nos processos.

Esperamos que essas dicas ajudem você a se preparar melhor para a retomada no próximo ano.

Quer saber mais sobre negócios, investimentos e empreendedorismo?

Acesse nosso site aqui.