Anúncio

PUBLICIDADE

Encontre as melhores franquias para o seu perfil

Governança corporativa: o que é e como implementar na sua empresa

30 de setembro de 2021

Compartilhe
homem apontando para o computador falando sobre governança corporativa

A governança corporativa é um conjunto de práticas capazes de refinar a gestão e tornar os processos da empresa mais transparentes, seguros e eficientes.

Muito conhecida no cotidiano de negócios do mercado financeiro, a governança corporativa tem ganhado cada vez mais espaço em empresas de outros segmentos.

Seja em multinacionais ou em pequenos negócios, as práticas da governança corporativa podem fazer muita diferença em todos os aspectos da gestão, aumentando a credibilidade da empresa e atraindo novos investidores.

Neste artigo, você vai conhecer o que é a governança corporativa, quais as vantagens dessa estratégia e como aplicá-la na sua empresa. Vamos lá?

O que é e para que serve a governança corporativa

Para uma empresa apresentar bons resultados é preciso seguir uma série de procedimentos pré-determinados capazes de envolver toda a operação.

Na prática, a rotina empresarial se baseia no alinhamento dos interesses e expectativas dos gestores (donos do negócio) com a capacidade de execução dos colaboradores.

Para que essa tarefa seja realizada com sucesso é preciso que exista uma boa comunicação entre todos os envolvidos, além de transparência, compromisso e prestação de contas para garantir que os resultados foram atingidos e de que maneira isso foi feito.

Dessa forma, podemos dizer que esses são os principais pilares da governança corporativa:

Transparência

Para haver transparência é preciso ter confiança na sua equipe.

Essa característica da governança corporativa otimiza o trabalho dos colaboradores uma vez que as informações necessárias estarão sempre à disposição.

Assim, ao invés de depender da autorização de um dos gestores para compartilhar uma informação (o que pode demandar muito tempo), a equipe é capaz de tomar as próprias decisões com base nas regras estipuladas pela empresa.

Vale lembrar que não estamos falando apenas de informações relacionadas ao aspecto financeiro do negócio, mas de qualquer outro dado que seja relevante para o trabalho dos colaboradores.

No caso de informações sigilosas ou apenas para garantir a segurança interna e evitar o vazamento de dados, é comum a empresa exigir um acordo de confidencialidade, também conhecido como NDA (do inglês “Non Disclosure Agreement”).

Compromisso com a evolução da empresa

Outro ponto importante da governança corporativa é o compromisso com o crescimento e evolução do negócio.

Para que os colaboradores tenham condições de colocar em prática os objetivos da liderança, é fundamental que eles tenham as ferramentas disponíveis para executar o trabalho e que estejam em um ambiente propício para tal.

Nesse sentido, é dever dos gestores oferecer equipamentos de qualidade e garantir as melhores condições de trabalho com o intuito de minimizar riscos e evitar imprevistos, sempre levando em consideração as necessidades dos colaboradores.

Além disso, cuidar da saúde financeira da empresa é outro fator importante para a governança corporativa.

Sem rendimentos não será possível executar as metas propostas, nem dar continuidade no compromisso com o crescimento interno.

Prestação de contas

Também conhecida como accountability, a prestação de contas é uma etapa comum da governança corporativa.

Além de dar satisfações sobre os processos, atividades, custos e despesas, os colaboradores devem apresentar quais suas responsabilidades e funções na cadeia de produção da empresa.

A prestação de contas é importante porque em caso de problemas é possível analisar qual foi sua origem e o que faltou ao longo do processo para que as coisas saíssem conforme o esperado.

Equidade

A equidade diz respeito ao tratamento igual entre todos os envolvidos na empresa. 

Isso significa que desde o colaborador que está na linha de frente até o CEO devem cumprir com suas obrigações, serem transparentes sobre seu trabalho, compartilharem informações e prestarem contas. 

Essa prática da governança corporativa é fundamental para evitar o abuso de poder e o descumprimento de qualquer regra prevista nas práticas internas.

Vantagens da governança corporativa para sua empresa

Pessoa fazendo anotações em post-its brancos

Definir metas e as obrigações de cada profissional envolvido no negócio é etapa fundamental da governança corporativa. Foto: Unsplash

 

Fortalece relações

A governança corporativa opera a partir de uma estrutura bem definida composta por todos os envolvidos no negócio. 

É uma espécie de pirâmide de cargos que inclui donos e sócios da empresa, diretores, conselheiros administrativos e jurídicos (se houver), e colaboradores. 

Para a governança corporativa dar certo é importante que cada profissional saiba seu lugar e conheça suas obrigações e responsabilidades. Assim, todas as tarefas são cumpridas de acordo com o planejado.

Aumenta a confiança

Processos bem estruturados tornam a rotina mais fácil e eficiente, aumentando a confiança dos colaboradores e, consequentemente, sua produtividade.

Na prática, funcionários que sabem exatamente quais são suas obrigações têm menos chances de cometer erros e atrapalhar a produtividade do trabalho. 

Colaboradores confiantes têm plena consciência de suas capacidades.

Atrai investidores

Se você fosse investidor, colocaria seu dinheiro em uma empresa confusa, bagunçada e sem nenhum tipo de estrutura ou apostaria em um empreendimento com processos bem definidos e regras que são seguidas à risca? 

É esse tipo de análise que potenciais investidores fazem antes de aplicar somas de dinheiro em alguma empresa. 

Por isso, é possível afirmar que a governança corporativa é capaz de atrair novos investidores e reforçar o compromisso daqueles que já são acionistas injetando mais dinheiro no negócio.

Melhora a percepção da marca no mercado

Empresas que levam a governança corporativa a sério vivem na prática seus valores e objetivos, e isso tem consequências diretas na percepção do time e do mercado como um todo sobre os propósitos reais daquele empreendimento.

Processos bem definidos e executados com disciplina são uma ótima prova de que as estruturas internas da empresa estão em pleno funcionamento. 

Para quem está de fora, a percepção é de que aquela marca leva a sério seus compromissos e sabe executá-los com exatidão.

GoNext: governança corporativa personalizada

Pessoas conversando em sala de reunião

Cada empresa possui características específicas e necessidades diferentes. Por isso, a governança corporativa personalizada pode ser a melhor escolha na hora de definir processos e estruturar o trabalho. Foto: Unsplash

 

Então quer dizer que apenas grandes empresas podem adotar a governança corporativa? Claro que não!

Empresas de qualquer porte e segmento de atuação podem (e devem) aderir os fundamentos da governança corporativa.

Apesar de ser um requisito essencial, nem todo negócio está preparado para implementar um bom plano de governança. O lado bom dessa história é que terceirizar esse serviço é completamente possível. 

É o caso da GoNext, franquia de governança corporativa voltada para empreendimentos familiares. Fundada em 2010, a rede já desenvolveu mais de 180 projetos para famílias com negócios de diversos ramos de atuação. 

Com o objetivo de se tornar a maior e melhor consultoria em governança corporativa do Brasil, a GoNext cria soluções personalizadas para transformar a realidade da empresa e a gestão dos negócios, contribuindo para a continuidade do empreendimento familiar. 

Quer saber mais sobre o mercado de franquias? Clique aqui.