Ilustração - Blog Franchise Store

Homens do sudeste são os mais interessados em abrir uma franquia

A partir de uma base de 6 mil cadastros recebidos em 2013, a loja de franquias Franchise Store traçou um perfil dos candidatos que se interessam em investir em uma franquia. Esses registros permitem saber quem são e onde estão estes investidores, quanto pretendem investir e em qual segmento. 

“Existem hoje opções de negócio para todos os gostos e bolsos, por isso o perfil dos franqueados fica cada vez mais diversificado”, afirma Filomena Garcia, sócia-diretora da Franchise Store. “Mas hoje o tipo de franqueado mais procurado pelas marcas são os gestores profissionais, que são qualificados, bem informados e costumam ter experiência em gestão.”

Dentre os registrados, 54% dos candidatos são homens, enquanto as mulheres somam os 46%. Por mais que muitas redes queiram expandir para fora do centro urbano do país, a região Sudeste ainda concentra o maior número de interessados, 49,5%. O Nordeste vem em seguida com 16%, o Sul com 14%, o Centro-Oeste com 12% e o Norte tem o menor número desse público, 8,5%.

Além de interessados, o Sudeste também apresenta as melhores oportunidades para quem quer investir em franquias. O CEBRAC, rede com 148 escolas voltadas a cursos profissionalizantes, realizou mapeamento sobre as melhores praças disponíveis no Brasil e constatou que os estados de São Paulo e Rio de Janeiro são os que detêm as melhores oportunidades.

A pesquisa também aponta excelente potencial para investimentos no Nordeste e no Rio Grande do Sul. Uma marca que comprova grandes oportunidades e aposta no Nordeste é a Minds Idiomas, que foca seu crescimento na região por ser um mercado promissor para o setor. “Nosso intuito é crescer na região, por isso pretendemos ganhar mais espaço e se consolidar no mercado nordestino. Atualmente, temos 18 unidades nessas cidades com planos de abertura de mais 10 escolas nesta mesma região até 2019”, afirma Leiza Oliveira, fundadora da marca.

Entre os interessados em abrir uma franquia, 28% possuem um capital disponível entre R$ 101 mil a R$ 250 mil. Outros 25,5% possuem um valor disponível R$ 50 mil, capital para abrir uma microfranquia, por exemplo. Apenas 6% dos registrados têm um capital acima de R$ 1 milhão.

Outro fator que define o perfil de quem procura uma franquia é o segmento. De acordo com os dados da Frachise Store, o setor de Beleza e Saúde foi o mais buscado no ano passado. Um dos exemplos é a rede de franquia odontológica Ortodontic CenterA marca irá implantar sua centésima loja no Brasil com a inauguração da primeira unidade na capital paulista. “Fizemos uma pesquisa interna e constatamos que apenas 5% dos brasileiros vão ao dentista anualmente. Por isso, é de suma importância disponibilizar tratamento odontológico de qualidade em diferentes regiões do País”, explica o sócio fundador, Fernando Massi.

O segmento de alimentação, que tem o maior número de marcas no franchising, foi o segundo mais procurado. Entre as marcas que decidiram investir neste setor, a Los Paleteros vem ganhando espaço no mercado com as famosas paletas mexicanas, que viraram febre nacional. Hoje, a marca possui 30 unidades nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul. A rede pretende fechar o ano com 62 lojas em operação em diferentes cidades.

O Franchising é um dos mercados que mais crescem no Brasil. Nos últimos dez anos, o número de unidades franqueadas no país chegou a mais de 114 mil, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF). Mais de 2.700 redes já usaram o franchising como sistema de expansão, tanto nacionais quanto estrangeiras, e criam cada vez mais oportunidades de negócios no país.

Perfil de quem tem interesse em comprar uma franquia (a partir de uma base de cerca de 6.000 cadastros recebidos em 2013 pela Franchise Store):

Sexo

Masculino – 54%

Feminino – 46%

Regiões

Sudeste – 49,5%

Nordeste – 16%

Sul – 14%

Centro-Oeste – 12%

Norte – 8,5%

Capital disponível para investimento

Até R$ 50 mil – 25,5%

De R$ 51 mil a R$ 100 mil – 22,5%

De R$ 101 mil a R$ 250 mil – 28%

De R$ 251 mil a R$ 500 mil – 13%

De R$ 501 mil a R$ 1 milhão – 5%

Acima de R$ 1 milhão – 6%

Setores mais procurados

1. Beleza, Saúde e Produtos Naturais

2. Alimentação

3. Cafeteria e Confeitaria

4. Vestuário

5. Calçados

6. Serviços

7. Educação e Treinamento