Studio Geek

Em 2013, três amigos consumidores da cultura pop estavam frustrados com a oferta de produtos licenciados deste segmento no Brasil. O mercado trazia um forte histórico de produtos de baixa qualidade sendo a maioria deles piratas. Os amigos decidem então firmar parcerias com os principais estúdios internacionais e criar seus próprios produtos. Assim nasceu o Studio Geek. Formado em Publicidade ... Quero saber mais

Investimento

  • Investimento
    mínimo

    A partir de

    R$ 150.000,00

  • Capital
    de giro

    A partir de

    R$ 30.000,00

  • Previsão
    de retorno

    A partir de

    24 meses

  • Área
    mínima

    A partir de

    R$ 6m²

  • Taxa de
    franquia

    A partir de

    50.000,00

Confira o nosso espaço

Sobre a franquia

Em 2013, três amigos consumidores da cultura pop estavam frustrados com a oferta de produtos licenciados deste segmento no Brasil. O mercado trazia um forte histórico de produtos de baixa qualidade sendo a maioria deles piratas. Os amigos decidem então firmar parcerias com os principais estúdios internacionais e criar seus próprios produtos. Assim nasceu o Studio Geek. Formado em Publicidade e Propaganda pela ESPM com MBA em Marketing na FGV, Daniel Altavista já era fundador da loja de colecionáveis Limited Edition e da Loja Mundo Geek. Daniel passou então a ser o diretor geral do Studio Geek, com mais de 30 colaboradores sob sua gestão. Ele lidera o escritório central da marca, 5 lojas próprias, e-commerce e é responsável pelo plano de expansão que inclui as franquias.

Nós criamos produtos de alta qualidade para um público apaixonado, autoditada, tecnológico e absolutamente exigente. Nós não fazemos pirataria, temos uma equipe de criação própria desenvolvendo produtos 100% licenciados. Nós não subestimamos a sua inteligência. Nós não criamos coisas que não gostaríamos de ter. Nós levamos o entretenimento e a cultura pop a sério.

Quero saber mais

Nossa equipe pode dar todas as informações que você precisa para tomar esta decisão com muita segurança