Ilustração - Blog Franchise Store

Franqueadores falam sobre os principais desafios.

Como as redes de franquias podem lidar com a mudança do perfil do franqueado, o encarecimento dos pontos de venda, a escassez de mão de obra, o aumento da concorrência e o risco que tudo isso representa para a rentabilidade das empresas? Algumas dessas respostas foram dadas durante a palestra Novos Desafios do Franchising, promovida hoje (28/05) pelo Grupo Cherto no auditório da Livraria da Vila do shopping Pátio Higienópolis, em São Paulo.

A palestra fez parte da comemoração dos 20 anos do Franchising University, o curso de franquias do Grupo Cherto. O evento contou com a participação de cerca de 60 importantes franqueadores brasileiros. Eles comentaram quais são os principais desafios que o mercado de franquias enfrenta hoje. Confira abaixo:

“Um dos principais desafios hoje é descobrir como uma rede de franquias pode conviver bem com a internet e aproveitar bem esse canal. Há vários questionamentos. Cada loja deve ter seu próprio site ou a rede toda deve ter um site só? Como usar a internet para trazer mais clientes para a loja? É um bom desafio, que traz muitas oportunidades.” – Fábio e Christiano Oliveira, franqueadores da Flytour

“Encontrar o franqueado certo sempre foi difícil, mas o processo se tornou ainda mais competitivo nos últimos anos porque agora os candidatos têm muitas opções de investimento. E quando você encontra a pessoa ideal, chega a hora de enfrentar outro desafio: a busca por um ponto comercial bom e com preço razoável, para que o negócio seja economicamente viável.” – Alberto Carneiro Neto, franqueador da Casa do Pão de Queijo

O principal desafio é preparar os executivos para serem empresários. Essa transformação exige outro tipo de postura e agilidade, para que toda rede possa ser mais rápida e se movimentar ao mesmo tempo” – Rodrigo Abreu, franqueador da Alphagraphics do Brasil

“A logística, para o meu setor, é um desafio enorme – nunca pode faltar produto na loja. Além disso, a falta de mão de obra também tem um grande impacto sobre o negócio.” – Jae Hoo Lee, presidente do Grupo Ornatus (que reúne as marcas Morana, Baloné, Jin Jin Wok, Jin Jin Sushi, My Sandwich e Little Tokyo)

“Uma das maiores dificuldades para a expansão é o alto custo dos pontos comerciais. Principalmente para marcas que, como a Lavasecco, miram um público de alta renda – e por isso precisa instalar lojas em áreas nobres”. – Maria Alzira Linares, franqueadora da Lavasecco