Ilustração - Blog Franchise Store

Franchising brasileiro deve crescer 14% em 2013 e faturar R$ 117 bilhões

A Associação Brasileira de Franchising anunciou a previsão de crescimento do setor para 2013 e também as expectativas para o ano de 2014.

Em 2013, o franchising deve crescer 14%, atingindo um faturamento de R$ 117 bilhões. Na avaliação da entidade, o ambiente econômico do ano foi bastante instável, mas o setor manteve seu ritmo de crescimento acima dos 10%, devido às inaugurações previstas anteriormente e o poder de compra da população, que se manteve no período.

Por conta desses números, a ABF concentrou esforços esse ano – e manterá o foco em 2014 – em mostrar para o Governo a contribuição do setor para a economia e a importância do segmento para a sociedade. “Queremos ser protagonistas desse novo modelo econômico que está surgindo no Brasil, baseado em empreendedorismo, governança e sustentabilidade”, afirma Cristina Franco, presidente da ABF. “As franquias geram renda, levam produtos e serviços para os locais mais distantes do país e contribuem significativamente para a formalização do mercado e capacitação de mão de obra”, explica. 

Para o ano de 2014, as projeções também são de crescimento. A entidade calcula que o faturamento do setor deva ter um crescimento da ordem de 13%, com um incremento de 9% em inaugurações e 8% de novas marcas.

“O ritmo de abertura de lojas será menor, pois nesse ano já houve postergação de inauguração de 9 shoppings centers . Para o ano que vem, a previsão é de 40 novos shopping no país”, explica Ricardo Camargo, diretor executivo da ABF.  Segundo ele, o que manteve o índice de novos pontos é o crescimento das lojas de rua e/ou strip centers. “A interiorização das marcas está aumentando a abertura de lojas de rua, pois em muitas cidades é na rua que o comércio acontece”, completa.

O número de marcas deverá crescer 8% em 2014. “Nos anos anteriores, vivenciamos o boom das microfranquias, agora, essas redes estão em fase de estruturação e não imaginamos que haja tanto espaço para novas marcas”, ressalta Ricardo Camargo.

Hoje, o Brasil está em 3º lugar em número de marcas de franquias, de acordo com o ranking mundial do World Franchise Council.  Mesmo com a procura contínua de marcas estrangeiras pelo Brasil, mais de 90% das redes que operam no país são nacionais.

A expectativa é que, em 2014, de 30 a 40 marcas estrangeiras desembarquem em território nacional. Hoje são 168 redes no total. Por outro lado, a ABF renovou o acordo com a APEX e continua incentivando as marcas brasileiras a iniciarem o processo de internacionalização. Atualmente, 120 marcas atuam no exterior e em 2014 esse número deverá chegar a 140. “O momento da internacionalização é outro. O foco agora é aumentar o número de unidades das marcas que já atuam fora do país”, afirma o executivo.

:::Leia mais notícias sobre franquias:::

:::Encontre sua franquia:::

:::Veja vídeos sobre franchising:::