Ilustração - Blog Franchise Store

Em tempo de crise, redes de food service esperam crescer 10%

Em um período de retração econômica, o segmento de alimentação no mercado de franquias vem mantendo seus resultados consideráveis e espera crescer 10% este ano, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). A pesquisa foi desenvolvida pela ECD Food Service.

Segundo o estudo, o setor de Alimentação continua sendo um dos mais consolidados no franchising, ocupando a maior faturamento de todos os segmentos. Redes de food service tiveram um crescimento de 12% ano passado. Além disso, dentro do ramo alguns subsegmentos mantém um ótimo desempenho, como o de pizzaria, que cresceu de 22% a 23% em 2014.

Um exemplo é a Patroni, maior rede de franquia de pizzaria no Brasil. A marca oferece diferentes opções de pizzas, carnes e massas nas 192 unidades espalhadas pelo Brasil. No primeiro trimestre do ano, a marca registrou um crescimento de 17%, se comparado ao mesmo período de 2014. Além disso, a Patroni decidiu apostar em um modelo de negócio compacto, com investimento inicial de R$ 150 mil, desenvolvido para ser implantado em locais que possuem alta aglomeração e movimentação de pessoas, proporcionando assim a compra por impulso.

Entre as novidades, a marca reformulou o cardápio. O novo formato, composto por um mix de pratos apurados e mais simples, facilita a decisão final do cliente, visando o ganho de tempo na hora da compra e a eficiência do atendimento. Em resumo, a meta é reduzir o Custo Médio das Mercadorias Vendidas (CMV) e dar mais rentabilidade ao mix oferecido, projetando melhorias significativas no resultado final. Além disso, a Patroni aposta em parcerias de co-branding e na criação de novos pratos, como o Parmegiana Pepperoni. O plano de expansão da marca comtempla a abertura de 95 unidades, sendo 50 no novo modelo Patroni Expresso e 45 entre os modelos classic e premium. A rede conquistou faturamento de R$ 335 milhões em 2014.

Outra aposta neste mercado é a nova marca que está apostando no segmento é a Let’s Eat, rede de hamburgueria e comida mexicana que já fatura aproximadamente de R$ 700 mil reais por mês. A rede começou sua expansão ano passado e já possui cinco unidades no estado de São Paulo, sendo uma própria (Campinas) e quatro franquias (Indaiatuba, Piracicaba, Itu e capital Paulista) e uma em Sergipe. A Let’s Eat pretende crescer 80% em 2015, chegando a 20 lojas em todo o Brasil.

Segundo o balanço anual do franchising em 2014, o segmento atingiu o faturamento de R$ 25,6 bilhões no mercado de franquias do Brasil, representando um crescimento de 6,8%.