Ilustração - Blog Franchise Store

Como manter a equipe bem treinada apesar da grande rotatividade

Por Filomena Garcia*

Oferecer treinamento a franqueados e suas equipes é talvez um dos maiores benefícios que a empresa franqueadora pode entregar à sua rede de franquias. Afinal, os treinamentos materializam o conhecimento da rede e, se bem feitos a partir de processos claros, conseguem ajudar a transferir o know how da franqueadora para todas as equipes, ensinando todo mundo a como apresentar os produtos e serviços aos clientes e garantir um atendimento de qualidade.

Normalmente, as franqueadoras costumam dar treinamento inicial aos franqueados assim que eles compram uma franquia. Outras redes treinam também, nesse início, os principais funcionários dessa equipe.

A questão é que, nos últimos anos, a rotatividade das equipes das franquias aumentou muito. Como a oferta de emprego cresceu bastante no país nos últimos anos, se tornou comum funcionários – especialmente os que ganham os menores salários – ficarem pouco tempo nas empresas e largarem seu posto rapidamente quando arrumam algum emprego que lhes pague um pouquinho mais.

Com funcionários saindo e entrando o tempo todo, como uma empresa de varejo, seja ela própria ou franquia, pode manter a equipe bem treinada o tempo todo sem aumentar muito o custo dos treinamentos?

Existem alguns pontos e algumas ferramentas que cada vez mais são utilizadas como forma de manter uma equipe não apenas treinada , mas também motivada.

O primeiro ponto é estabelecer quais são os treinamentos técnicos e comportamentais que a sua equipe precisa para ter uma ótima performance.

O segundo ponto é desenvolver esse conteúdo de forma objetiva e que seja lúdica também, com imagens que possam dizer mais do que mil palavras. Ter parte do treinamento “in loco”, ou seja, treinando os ensinamentos no dia-a-dia do negócio, também faz com que os resultados de aprendizagem sejam acelerados.

O terceiro ponto é utilizar ferramentas que prendam a atenção e o interesse pelo assunto, como por exemplo mesclar texto com imagens, incluir videos, e até mesmo exercicios em grupo para tornar o aprendizado mais dinamico e interessante.

O quarto ponto é definir um multiplicador na equipe. Essa pessoa será responsável por, periodicamente, reciclar os treinamentos com a equipe e acompanhar o desempenho de todos no dia-a-dia para ter certeza que  os conceitos aprendidos estão sendo colocados em prática.

Depois disso, resta usar os processos e a figura do multiplicador para treinar a equipe periodicamente. O treinamento é importante sempre. Uma equipe bem treinada sempre terá um desempenho melhor do que uma equipe não treinada. E a relação custo x beneficio de dar treinamento à equipe sempre será vantajosa.

É melhor pagar o preço de ter um colaborador que saia da sua empresa bem treinado do que pagar o preço de ter um colaborador que se mantenha com você sem treinamento. Este sim é um perigo eminente para a sua organização.

Portanto, se você nunca treinou ou não se lembra quando foi a última vez que reuniu sua equipe para aprimorá-la, não perca tempo. O treinamento é uma forma de gerar, a curto prazo, melhores resultados para o seu negócio sem ter que criar algum novo produto ou serviço, somente fazendo a lição de casa bem feita!

*Filomena Garcia, sócia-diretora da Franchise Store, é especialista em marketing e atua há 20 anos nas áreas de negócios, varejo e Franchising. Co-autora dos livros “Franchising – Uma estratégia para expansão de negócios” e “Marketing para Franquias”