Ilustração - Blog Franchise Store

Como aplicar o FGTS? Confira 3 dicas de investimento!

Quem teve acesso à liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ganhou a oportunidade de quitar dívidas, pagar contas atrasadas, comprar o que estava precisando e investir o que sobrou. Porém alguns estão procurando como aplicar o FGTS para gerar ainda mais renda.

Não faltam maneiras de aplicar o seu FGTS com segurança ou um pouco mais de risco, de acordo com o seu perfil. Dá para ir além da poupança que atualmente rende muito pouco. Algumas boas opções são o Tesouro Direto, os CDB´s, fundos, Ações na Bolsa de Valores e quem sabe até abrir um negócio próprio.

Descubra 3 formas de aplicar o FGTS e ver o seu dinheiro render

Conhece o tesouro direto?

O Governo Federal emite títulos do Tesouro Direto que funcionam como se você estivesse emprestando dinheiro para ele. Você aplica o seu FGTS e recebe o valor de volta com juros na data do vencimento, a partir de uma taxa pré-definida.

O Tesouro Direto é muito seguro e rende mais do que a poupança. Se o seu perfil é ainda mais conservador, você pode investir no título pós-fixado que segue a rentabilidade da taxa Selic. É conhecido Tesouro Direto Selic.

Porém, é aconselhável entender antes o funcionamento dos títulos públicos para investir com tranquilidade e sem medo.

Todas essas informações estão no site oficial do Tesouro Direto.

Já experimentou fundos imobiliários?

Os Fundos Imobiliários, ou FII, são fundos que permitem aos cotistas a aquisição de direitos reais sobre bens imóveis, ao aplicarem em títulos como LH (letras hipotecárias), LCI (Letras de Crédito Imobiliário), CRI (certificados de recebíveis imobiliários), entre outras cotas de fundos previstas em lei.

Os Fundos Imobiliários apresentam preços atraentes e são uma boa pedida para investir o seu FGTS. As cotas mínimas ficam na média de apenas R$100. A rentabilidade dos FII é mensal, funcionando como aluguel de um imóvel. Quanto mais cotas você compra, mais você recebe no final do mês.

Ainda dá para lucrar quando as cotas se valorizam, como se fossem ações na Bolsa de Valores. Você pode vendê-las por um preço mais alto do que as que comprou. Para completar, os Fundos Imobiliários costumam pagar dividendos que são isentos de tributação.

Que tal abrir um negócio próprio?

Nossa terceira dica é fazer como milhares de brasileiros e saber como aplicar o seu FGTS para se tornar um empreendedor.

Investir em uma franquia tem sido uma das principais escolhas, em função da variedade de opções para todos os orçamentos e do apoio operacional e de gestão das redes. Afinal, nem todo mundo é expert em negócios logo de início.

Algumas franquias vão ainda mais longe e ainda disponibilizam vantagens para quem quer abrir um negócio. A Fábrica de Bolo Vó Alzira, por exemplo, oferece o apoio de profissionais de primeira linha em toda a operação. Tudo isso sem cobrar royalties.

Esperamos ter ajudado a fazer o seu FGTS render em quantidade e qualidade.

Quer se tornar o seu próprio patrão? Seja muito bem-vindo à nossa família, juntos vamos fazer o bolo da prosperidade crescer.