Ilustração - Blog Franchise Store

Com os pés pra fora

Fonte: Valor Econômico

Com 60 lojas abertas em 21 estados brasileiros, a grife de sapatos e bolsas Santa Lolla deverá tornar-se ainda mais conhecida este ano. Está nos planos dos sócios e irmãos Fábio, Vanessa e Rubens Martinez Júnior chegar ao fim de 2009 com 81 lojas, entre franquias e próprias, o que vai cobrir 24 estados, além do Distrito Federal. Nada mal para uma marca que surgiu em 2002, com uma butique no bairro de Moema, em São Paulo, e que abriu para franquias em 2004. “O estilo de nossas peças agradou. Nunca fizemos propaganda para buscar possíveis franqueados”, afirma Fábio.

 

carol carquejeiro/valor

Fábio Martinez, sócio da grife Santa Lolla: crescimento interno e externo. Foto: carol carquejeiro/valor

Os irmãos e donos da Santa Lolla têm o varejo de calçados no DNA: são filhos de Rubens Martinez, um dos sócios da sapataria Martinez, aberta em 1962. “O perfil da Santa Lolla é diferente, destina-se a um público das classes A e B e que gosta de moda.” Até maio deste ano, as lojas da Santa Lolla já cresceram 20% em vendas, em relação a 2008.

Pés I. O próximo passo da Santa Lolla será dado rumo ao mercado internacional. “Acabo de voltar de Miami, onde fui tratar da abertura de uma empresa franqueadora. A primeira franquia internacional da grife deverá ser inaugurada em um ano”, diz Fábio. A Santa Lolla, que terceiriza a produção de calçados e bolsas, desenvolve cerca de 300 modelos de sapatos, por coleção. O preço médio dos pares, nas lojas, é de R$ 160. Em São Paulo, a marca possui lojas no bairro de Moema, na rua Oscar Freire e nos shoppings Morumbi, Bourbon, Center Norte, Eldorado, Jardim Sul, Paulista e Plaza Sul.