Ilustração - Blog Franchise Store

Com a aquisição da The Body Shop, Natura espera alta de faturamento

Ainda para 2022, a Natura espera alcançar receita líquida consolidada de pelo menos R$ 17,2 bilhões

 

A integração da marca britânica The Body Shop trouxe boas previsões para a Natura. A marca estima um crescimento de 80% no desempenho operacional nos próximos cinco anos. A empresa prevê registrar lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização de pelo menos 3,1 bilhões de reais em 2022 ante 1,74 bilhão de reais obtidos em 2017.

A Natura prevê para 2022 uma receita líquida de pelo menos 17,2 bilhões de reais, o que seria uma expansão de cerca de 75% em relação ao faturamento de 2017, que somou 9,85 bilhões de reais. A marca afirmou em comunicado ao mercado que considerou menor relação das despesas operacionais com vendas e administrativas diante do crescimento da receita líquida, além de oportunidade de economia resultantes de programa de compras global.

Segundo a Euromonitor, as projeções para o crescimento do mercado global de beleza e cuidados pessoais, são de 5,3% ao ano em dólares até 2022, a expansão da operação da Natura no Brasil e em outros países, o plano de reestruturação da The Body Shop no mundo e a expansão de lojas próprias e outros canais da marca Aesop.

No mês passado, a Natura divulgou uma antecipação em sua projeção de redução de dívida, passando a prever para 2021, e não mais em 2022, atingir relação dívida líquida/Ebitda de 1,4 vez. A empresa encerrou 2017 com relação de alavancagem de 3 vezes

 
Mais informações sobre a franquia The Body Shop? Acesse: Franquia The Body Shop
 

Fonte: DCI