Ilustração - Blog Franchise Store

As franquias têm demonstrado mais interesse por espaços no metrô

 

Em 2011 deve ficar pronto mais um shopping acoplado ao metrô, na estação Tucuruvi
Franquias e lojas em shoppings acoplados a estações podem ser opção para quem quer negócios ligados ao Metrô, mas sem participar de licitações ou alugar de administradores.
De acordo com Ricardo Camargo, diretor-executivo da ABF (Associação Brasileira de Franchising), as franquias têm demonstrado mais interesse por espaços no metrô, sobretudo em segmentos como os de alimentação e os de serviços.
Novas paradas
Franquias ou não, as opções para abrir estabelecimentos ligados às estações tendem a aumentar nos próximos anos. Em 2011, deve ficar pronto mais um shopping acoplado ao metrô, na estação Tucuruvi. A da Vila Madalena também já tem a concessão do espaço.
“De 75 mil pessoas que vêm ao shopping diariamente, 30 mil passam por aqui por causa do metrô”, explica Cristiana Arenas, superintendente do shopping Metrô Santa Cruz.
No Boulevard Tatuapé, essa proporção é maior: chega a 90%, calcula o superintendente do shopping, Marco Strazzeri. 

Em 2011 deve ficar pronto mais um shopping acoplado ao metrô, na estação Tucuruvi

Franquias e lojas em shoppings acoplados a estações podem ser opção para quem quer negócios ligados ao Metrô, mas sem participar de licitações ou alugar de administradores.

De acordo com Ricardo Camargo, diretor-executivo da ABF (Associação Brasileira de Franchising), as franquias têm demonstrado mais interesse por espaços no metrô, sobretudo em segmentos como os de alimentação e os de serviços.

Novas paradas

Franquias ou não, as opções para abrir estabelecimentos ligados às estações tendem a aumentar nos próximos anos. Em 2011, deve ficar pronto mais um shopping acoplado ao metrô, na estação Tucuruvi. A da Vila Madalena também já tem a concessão do espaço. “De 75 mil pessoas que vêm ao shopping diariamente, 30 mil passam por aqui por causa do metrô”, explica Cristiana Arenas, superintendente do shopping Metrô Santa Cruz.

No Boulevard Tatuapé, essa proporção é maior: chega a 90%, calcula o superintendente do shopping, Marco Strazzeri.