Ilustração - Blog Franchise Store

Alunos da Buddys desenvolvem projetos que ajudam médicos e deficientes visuais

A Buddys, escola de informática e tecnologia especializada em ensino de empreendedorismo e robótica, estimula seus alunos a desenvolverem o raciocínio lógico e aprendem a criar jogos e aplicativos.

 

Dentro das aulas, os alunos são incentivados a criarem dentro do mundo tecnológico. Foi a partir desse incentivo, que os gêmeos Matheus e Thiago Silvestre, de 13 anos, desenvolverem projetos. Matheus, criou um boné que facilita a rotina dos deficientes visuais. O aparelho possui um sensor que emite um som quando o usuário se aproxima de obstáculos.

“Sempre assisti programas de ideias e inovadoras e me perguntava como eu poderia desenvolver um projeto para ajudar o outro”, explica o autor do projeto. O estudante também acredita que frequentar a escola de robótica mudou suas ideias. “Depois que passei a frequentar a Buddys tive uma nova visão do mundo.”

Thiago, criou um aplicativo para ajudar pediatras a calcular o quanto de ferro está faltando na dieta do bebê. “Um amigo da minha mãe é médico e pediu para eu pensar em um projeto para facilitar sua rotina com as crianças”, comenta o aluno. O estudante acrescenta que pretende integrar novas funções em sua tecnologia, como verificar outras prioridades nas dietas. Ambos os projetos foram desenvolvidos para a participação em um concurso que levará um adolescente ao Vale do Silício, na Califórnia.

Com o avanço da tecnologia, cada vez mais jovens passam horas de seus dias em frente às telas de computador e videogames. Para os pais que gostariam de ver os filhos saírem da passividade e se tornarem mais criativos, escolas de robóticas surgem como opção. A Buddys, por exemplo, oferece diversos cursos voltados para jovens entre 7 e 16 anos.

Nas aulas ministradas, crianças e jovens passam a compreender como podem deixar de ser meros espectadores dos videogames e criarem seus próprios jogos e plataformas. “Fazemos aquilo que é complicado se tornar fácil e o que parece ser chato se torna divertido. Mostramos que são capazes de criar tudo o que suas mentes imaginarem”, conta Marlon Wanderllich, CEO da rede.

Sobre a Buddys – Escola de robótica e programação. Os alunos desenvolvem o raciocínio lógico e aprendem a criar jogos e aplicativos. Além de descobrirem o mundo do empreendedorismo tecnológico. Possuem modelos de franquias a partir de R$ 150 mil.

Seja um franqueado de sucesso. Informações sobre a franquia Buddys clique aqui.