Ilustração - Blog Franchise Store

A febre dos food trucks chega ao mercado de franquias

Por Filomena Garcia*

Para quem quer montar uma franquia, um dos principais desafios é encontrar um bom ponto comercial a um custo acessível, que possibilite o retorno do investimento em um prazo razoável. Por isso, ter um ponto de venda relativamente barato e que consiga ser instalado em lugares de grande fluxo de pessoas é algo bastante interessante.

Esse é um dos motivos que fazem o modelo de negócio food truck parecer tão atraente. Esse formato, que já faz muito sucesso em países como os Estados Unidos, agora vem ganhando espaço também no Brasil – e tem alto potencial de crescimento através do sistema de franquias.

Food trucks são operações que funcionam em pequenas vans, kombis ou furgões e normalmente estão baseados na diversificação de um único produto, ou em um mix pequeno de ofertas, como por exemplo: milk shakes, hambúrgueres, doces, massas, comidas típicas, entre tantos outros.

A interação do chef com os clientes é um dos diferenciais, além da conveniência e agilidade no serviço. É uma forma inovadora de experiência de consumo,  que ganha mais espaço a cada dia.

Quem pretende investir em um negócio neste modelo deve, de qualquer forma, tomar os mesmos cuidados que teria em um modelo de negócio mais tradicional – ou seja, deve avaliar o histórico dos sócios fundadores, o perfil do negócio, o suporte oferecido pelo franqueador, etc.

Mas o investidor deve ainda tomar um cuidado extra, já que não há um histórico mais longo do faturamento e despesas da operação, dificultando um estudo mais elaborado do modelo de negócio.

É importante ao escolher uma marca, entender como o franqueador definiu o potencial de unidades que irá abrir e quais serão os territórios de atuação, já que pode haver deslocamentos do ponto. Além disso, é importante entender o potencial de faturamento mensal e o que está incluso no investimento inicial (equipamentos, produtos, treinamentos, etc), além de saber em quanto tempo está previsto o retorno deste investimento.

Após fazer as análises, se este for o negócio que está adequado ao seu perfil e alinhado com as suas expectativas de trabalho e lucratividade, saiba que você estará andando sobre rodas para atender o cliente, mas com um negócio que deve ter seus pilares bem estruturados e com riscos minimizados – como deve ser uma franquia.

*Filomena Garcia é sócia-diretora da Franchise Store, especialista em marketing e atua há 20 anos nas áreas de negócios, varejo e Franchising. Co-autora dos livros “Franchising – Uma estratégia para expansão de negócios” e “Marketing para Franquias”.

:::Leia mais notícias sobre franquias:::

:::Encontre sua franquia:::

:::Veja vídeos sobre franchising:::