Ilustração - Blog Franchise Store

25 oportunidades para quem quer investir em escolas de idiomas

Nos últimos anos, as redes de escolas de idiomas tiveram um crescimento acima da média do mercado de franquias. Em 2013, por exemplo, enquanto o faturamento das franquias brasileiras aumentou 11,9%, o segmento de Educação e Treinamento registrou alta de 16,6%.

A Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos que serão sediados no Brasil colaboraram para o crescimento de matrículas em cursos de língua estrangeira no país. Porém, além de se prepararem melhor para os eventos esportivos internacionais, os brasileiros já perceberam que aprender um segundo idioma é importante para obter sucesso profissional.

O aumento da procura pelos cursos e o grande potencial de crescimento das empresas do ramo também promoveram uma grande movimentação no setor nos últimos tempos.

Nos anos 2000, o segmento passou a contar com uma das maiores empresas franqueadoras do país, o Grupo Multi Holding, que reuniu as escolas Wizard, Yázigi, Skill, Alps e Quatrum English Schools – recentemente, a holding foi vendida para a Pearson Education do Brasil. As marcas Red Balloon e Wise Up, por sua vez, também tiveram parte do capital adquirido pela divisão de Educação do Grupo Abril e entraram em novo ciclo de expansão.

Mas com tantas marcas no mercado e um grande número de escolas de idiomas já em funcionamento, ainda vale a pena abrir uma franquia neste ramo? A resposta é sim – e prova disso é que as redes continuam em franca expansão e novas marcas não param de surgir.

Além da consolidação de marcas nacionais, recentemente vieram para o Brasil novos players (Open English, English Town) com um novo método de educação: o ensino à distância. Esse modelo, até então novo para escolas de idiomas, conquistou principalmente alunos das classes A e B.

“É verdade que existem muitas marcas de peso no mercado, mas se uma marca oferece algo de diferente do que já existe neste nicho, vale a pena estudar o investimento”, afirma a consultora Paula Marques, Líder de Projetos da Cherto Consultoria.

Para quem pretende abrir uma franquia no ramo, é importante avaliar a região em que a unidade será instalada e analisar os diferentes custos de cada marca. “O valor do investimento de cada franquia varia de acordo com o que a escola pode oferecer para seu público. Métodos mais sofisticados e tecnológicos vão custar mais para o candidato”, explica Paula.

Confira 25 oportunidades para quem pretende investir em uma escola de idiomas:

CCAA – R$ 245.000,00

Centro Britânico – R$ 240.000,00

Centro Europeu – R$ 530.000,00

CNA – R$ 370.000,00

Cultura Inglesa – R$ 350.000,00

Extreme Idiomas – R$ 57.500,00

Fisk – R$ 50.000,00

Global School – R$ 35.000,00

Instituto Brasileiro de Línguas – R$ 32.500,00

Minds – 120.000,00

ONYOU – R$ 49.200,00

Park idiomas – R$ 93.000,00

PBF – R$ 63.500,00

POP Idiomas – R$ 25.000,00

Red Balloon – R$ 560.000,00

Rockfeller Language Center – R$ 60.000,00

Seven English – R$ 175.000,00

Teddy Bear – R$ 120.000,00

The Kids Club – R$ 40.000,00

United Institute – R$ 95.000,00

Uns – R$ 200.000,00

UPTime – R$ 44.800,00

Vancouver – R$ 100.000,00

Yázigi – R$ 90.000,00

Yes! – R$ 129.000,00

 

:::Leia mais notícias sobre franquias:::

:::Encontre sua franquia:::

:::Veja vídeos sobre franchising:::