OTosador: Primeira rede de franquia móvel para banho&tosa no Brasil!

OTosador, primeira rede de franquias móvel no Brasil,  nasceu do know how conquistado pelo Grupo Tchuska, presente no mercado pet profissional há quase 20 anos. A nova franquia iniciou suas atividades como e-commerce e se transforma na 1ª rede de distribuição móvel para banho&tosa do Brasil!

“É uma rede de franquias que busca atender o tosador em formato delivery, com produtos para o banho&tosa na pronta entrega, pedidos programados ou sob encomenda”, conta Camila Martins, fundadora da franquia.

Martins explica que os operadores franqueados de OTosador tem uma área para atendimento preferencial mapeadas por CEP, com direcionamento de clientes através de plataforma e-commerce. “Nosso investimento em mídias impressas e digitais fazem de nosso negócio uma referência neste mercado da Pet Profissional”, afirma.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação, o Brasil conta hoje com mais de 106 milhões de animais de estimação e mostrou um crescimento de 8,2% em um ano, ocupando o segundo maior lugar, depois dos EUA. O mercado mundial de animais de estimação movimenta em torno de US$ 98,4 bilhões ao ano.

“É um mercado em crescimento e nós vamos atender o mercado de distribuição para o segmento de banho&tosa com marcas reconhecidas no Brasil. OTosador se dedica totalmente ao franqueado, e ele pode se concentrar exclusivamente na operação da sua respectiva unidade”, finaliza.

Franqueado abre duas unidades da Tutores em apenas um ano

Duas unidades que faturam em média R$ 50 mil por mês em pouco mais de um ano de atuação no mercado. O franqueado da Tutores em São Paulo, Adilson Felippello e seus dois sócios, têm motivos de sobra para comemorar o sucesso que foi investir em uma franquia de educação complementar. A crise econômica desde o ano passado, não foi um empecilho para o crescimento das duas unidades, prova disso é a demanda, hoje a Tutores de Cotia e Ganja Viana atendem em média 20 alunos por mês cada uma.

Com profissões distintas, Adilson é advogado, sua irmã Alessandra Felippello, administradora de empresas e Brenon Braga dentista, os três sócios buscavam juntos uma fonte alternativa de renda. Eles pesquisaram muito no mercado até que encontraram a Tutores. “Achamos a proposta interessante e o investimento inicial exigido estava dentro do que planejávamos. Também encontramos na metodologia de ensino da rede uma solução para uma necessidade específica da minha irmã, cuja filha tem dificuldades de aprendizagem”, explica Adilson.

Há pouco mais de um ano, os sócios começaram investindo cerca de R$ 70 mil na primeira unidade física, localizada em Cotia (SP). A iniciativa deu tão certo que logo em seguida abriu outra no distrito de Granja Vianna, na zona oeste de São Paulo, onde opera no formato Home-Based, ou seja, de casa, atendendo alunos em suas residências, o que exigiu um investimento inicial de R$ 30 mil.

“Hoje nos tornamos referência na região no auxilio educacional de crianças com dificuldade de aprendizagem”, declara o franqueado.
O empresário conta que busca inovar cada vez mais suas unidades, realizando parcerias com cursinhos, investindo na capacitação de seus tutores, na multidisciplinaridade e principalmente fazendo com que os alunos sintam prazer em estudar e aprender. “Estamos sempre de olho em novos mercados dentro da educação visando garantir o sucesso de nossos alunos e como consequência disso aumento de faturamento.”, conclui.
No mercado desde 2007, a Tutores oferece serviços de reforço escolar, tutoria, cursos livres, para o Ensino Médio, Superior, TCC e para a melhor idade. Também conta com preparatórios para o Enem, vestibular e concursos, além de aulas de português para estrangeiros.

Através de um programa que desenvolve bons hábitos de estudo, os alunos são orientados a gerenciar seu tempo, reconhecer seu estilo de aprendizagem, organizar o material escolar, preparar-se para provas, entre outras técnicas.

O material oferecido pela Tutores facilita o processo cognitivo das crianças e as auxilia em suas dificuldades de aprendizado. A rede atende todas as disciplinas e níveis escolares e trabalha com uma visão multidisciplinar das necessidades de seus alunos.
Com mais de 100 unidades espalhadas por todo país, em 2015 a Tutores atingiu um faturamento de mais de R$ 28 milhões. A expectativa é finalizar 2016 com 115 unidades.

Entre os diferenciais da marca para quem deseja se tornar um franqueado, além do baixo investimento inicial e de poder começar trabalhando de casa – o investimento na franquia é a partir de R$ 20 mil, o faturamento médio da rede é de R$ 28 mil por mês, sendo que algumas unidades chegam a faturar mais de R$ 35 mil, o lucro em média de 35% e retorno de investimento de até um ano.

Outro diferencial é o fato do franqueado não ter que se preocupar com estoque de produtos e alto custo de compra em materiais. A franqueadora também oferece todo o suporte especializado e com o acompanhamento técnico da equipe Tutores. Outra importante vantagem oferecida pela rede é o fato de trabalhar com uma diversidade de serviços que faz com que o franqueado não enfrente sazonalidade.

Chancelada pelo selo de excelência no Franchising pela ABF, a Tutores foi eleita a melhor microfranquia pela Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. A chancela é também fruto dos constantes investimentos que a rede faz na capacitação de seus franqueados. Neste ano, por exemplo, a Tutores iniciou um programa chamado “Top Business”, essencial para o desenvolvimento do negócio e que visa reconhecer as unidades que colocam em prática todo o conteúdo e orientação prestado pela franqueadora desde sua implantação. O Programa está sendo um sucesso e a rede já premiou diversos franqueados.

Centro Britânico investe 5 milhões de Reais para reposicionar sua marca

Cinco milhões de reais é o valor de investimento do Centro Britânico Franquias (www.centrobritanico.com.br) para o reposicionamento de sua marca. A franquia especializada no ensino de idiomas desde 1969 tem o objetivo de personalizar seus cursos. Para isso, em parceria com a Rotterdam Business School, realizou pesquisa de mercado com escolas no México, Cingapura e China para trazer ao Brasil as melhores práticas no ensino de idiomas. “A maioria das instituições está comoditizando e enlatando o ensino com soluções pré-fabricadas, não respeitando a individualidade das pessoas, a franquia caminhará no sentido oposto a partir de agora”, afirma Bruno Gagliardi, gestor geral do Centro Britânico Franquias.

Para a individualização, a franquia apostará no segundo semestre em três personalizações para atender necessidades do mercado: startups, atletas e artistas. “A personalização do curso oferecido nesse reposicionamento de marca, é uma necessidade atual dos brasileiros. Uma vez que pessoas iguais aprendem de maneiras diferentes. Pessoas “iguais” tem engajamento diferentes”, explica Gagliardi.

Para enfrentar os pitch’s com investidores, o programa para startups do Centro Britânico Franquias visa empreendedores que, muitas vezes, tem um minuto para passar uma mensagem clara e objetiva para seu possível investidor. Mesmo empreendedores fluentes no inglês encontram dificuldades em encontrar o termo mais adequado para transmitir a mensagem necessária. Por isso, o programa desse curso vem para suprir essa demanda e minimizar esse tipo de dificuldades, aumentando a chances de resultado para as startups.

Quem quer estrelar nos palcos do Brasil à fora, mas encontra no idioma para alavancar sua carreira, o Centro Britânico Franquias oferecerá um curso personalizado para músicos e artistas. Inclusive, a franquia fechou parceria com o estúdio Midas Music, do produtor musical Rick Bonadio.

No país do futebol, os atletas também terão cursos voltados para suas necessidades. Na franquia, o ensino do idioma será diferenciado para esportistas e seus familiares para que o aprendizado seja efetivo e vivencial, capacitando os alunos desde a primeira aula. Deste modo, eles já podem usar o que aprenderam em seu dia a dia, minimizando no futuro a falta de adaptação em um outro país por conta do idioma, como é o que corriqueiramente ocorre. Embora o programe foque no inglês, algumas vivencias podem ser feitas em outros idiomas, ambientando e abrindo o leque desses profissionais. Além dos atletas, o curso está moldado para atender todos os profissionais da área esportiva.

“Embora lancemos esses programas inicialmente, a personalização ocorrerá em todos os níveis, de acordo com o aluno. Sejam advogados, engenheiros, artistas, médicos e outros. Hoje, a personalização já se dá para crianças e jovens em nossa escola que, por meio de avaliações que mostrem suas paixões, interesses, necessidades e o modo que ele aprende melhor, desenhamos um ambiente de aprendizado que vai além da sala de aula”, conta Gagliardi.

O crescimento de alunos no último semestre do Centro Britânico Franquias foi de 17%, considerando a dificuldade político-econômica do país. No último ano o Centro Britânico focou no desenvolvimento e preparação da marca para os próximos dez anos, em 2017, voltará seus esforços também para a expansão buscando abrir seis novas unidades.

Para saber mais sobre a FRANQUIA CENTRO BRITÂNICO clique aqui!

Pretende investir no setor de alimentação? Conheça diferentes tipos de franquias

Food truck, restaurante e delivery são alguns dos tipos mais atrativos no mercado. Saiba qual é o modelo mais adequado ao seu perfil

Segundo uma pesquisa elaborada pela ABF (Associação Brasileira de Franchising), o setor de alimentação apresentou crescimento de 9,4% em 2015 em comparação ao ano anterior, ocupando o quarto lugar no ranking de faturamento no Brasil.

Para quem deseja abrir o próprio negócio e se interessa pela área de gastronomia, franquias são uma boa opção por se tratarem de empresas consolidadas, que já possui suporte e todo modelo formatado e testado.

Para Lucas Atanázio, consultor da Teaser Franchising, um franqueado deve ser comprometido e se identificar com a marca, ter espírito empreendedor, conformidade a regras, desenvolvimento de pessoas, gerenciamento de conflitos e poder de negociação. Para o ramo de alimentação, podemos traçar alguns perfis diferentes:

1 – Delivery

Para os modelos de negócios voltados ao Delivery, o perfil é de franqueado que procura franquias com modelos mais simples e compactos, inclusive quando o tema é investimento. Franquias desse tipo podem ter custos operacionais e de montagem reduzidos. Menos funcionários e mais funcionalidade, é isso que o franqueado de empresas Delivery procuram.

A Light Food Way é uma boa opção para quem possui esse perfil. Com o slogan “Comida de SPA na sua Casa”, a empresa foi criada para atender aqueles que buscam qualidade de vida e principalmente praticidade, já que não são todas as pessoas que podem ou tem tempo para permanecerem dias hospedadas em Spas. Em 2015, a rede faturou R$ 600 mil somente em venda de produtos.

A rede oferece delivery de refeições com um cardápio variado de mais de 50 pratos de comida balanceada, hipocalóricas e hipossódicas. Também são comercializados pratos congelados e voltados para dietas especiais como a low carb (menos carboidrato), sem glúten e detox.

Para expandir e levar o sucesso da marca para todas regiões do Brasil, a rede entrou para o sistema de franchising no início de 2015 e um dos modelos oferecidos aos interessados em abrir o próprio negócio é o restaurante, que une boa refeição e conforto.

Para quem deseja se tornar um franqueado, o investimento inicial é de R$ 99.900,00 e o prazo de retorno é de 18 meses.

Outro exemplo desse tipo de franquia é a Mineiro Delivery. Criada em 2012, conta com diferenciais que atendem por completo a necessidade do consumidor, como embalagem e facilidade de entrega em qualquer lugar. A rede oferece delivery de comida no estilo mexidão mineiro com jeito caseiro e o mais inovador: servida no box.

Além da comodidade oferecida ao cliente que recebe sua refeição onde estiver, o modelo de servir na caixinha garante frescor, sabor e preserva a qualidade e temperatura dos alimentos, já que em geral esta é a grande queixa dos consumidores que optam pelo sistema delivery.

Para os interessados, o investimento inicial da franquia é R$ 105 mil e o prazo de retorno é de 12 a 18 meses.

2 – Restaurante

Para os modelos de negócios com balcão ou restaurantes tradicionais, a identificação com o público é essencial. O processo da franquia envolve não apenas produção, mas contato e atendimento. É de extrema importância que o franqueado se lembre de que bom tratamento trará à sua receita mais qualidade, já que é um dos principais fatores de fidelização de clientes.

O Los Cabrones Mexicano possui modelos de restaurantes em shopping e rua. foi criado em 2010 e a franquia surgiu em 2014, quando Reinaldo Zanon, renomado empresário do ramo de franquias, decidiu que poderia ampliar o negócio de forma criativa. Hoje, a rede possui 20 unidades no Brasil.

O principal diferencial do Los Cabrones foi adaptar a culinária mexicana ao paladar brasileiro. Além dos conhecidos nachos e tacos, o truck traz diferentes pratos da culinária mexicana, como os deliciosos Dedos Rellenos, que é a pimenta dedo de moça recheada com provolone.

O investimento inicial para as modalidades Standard, Express Shopping e Express Rua é de R$ 170 mil, R$ 200mil e R$ 70 mil, respectivamente.

Para mais informações: http://www.loscabrones.com.br/

Outro modelo de restaurante é a franquia Vovó Kel que oferece duas modalidades de negócios completas, são elas: Loja de rua R$ 69.900 e loja de shopping R$ 89.900, tendo 12 meses como prazo de retorno para ambas as opções.

Toda Franquia Vovó Kel é padronizada e reflete as tendências do mundo arquitetônico contemporâneo, ou seja, é compacta e minimalista. A rede entrou para o sistema de franchising no ano de 2015, que, seguindo o negócio consolidado da família, abriu-se um leque de oportunidades para outros empreendedores.

As modalidades de negócio da rede oferecem grandes vantagens ao franqueado. Algumas delas são a não necessidade de know-how gastronômico, já que o investidor recebe os produtos congelados apenas para finalização e a opção de realizar os atendimentos tanto presencialmente quanto por delivery.

3 – Food Truck e eventos

Os modelos de Food Truck e eventos são voltados ao empreendedor mais dinâmico. O franqueado deve ter poder de negociação e bom relacionamento comercial, uma vez que networking para modelos móveis é essencial. É importante que se lembre da flexibilidade de horários e que não espere uma rotina comum.

O Los Cabrones Mexicano também possui uma versão móvel. É a primeira franquia de Food Truck mexicano do Brasil. A ideia desse modelo veio da percepção da necessidade que as pessoas, além de apreciar uma boa refeição, têm de se alimentar rapidamente em meio a tanta correria, em um ambiente agradável.

Fácil administração, baixo custo fixo, alto giro de clientes e suporte permanente são só algumas das vantagens oferecidas para os franqueados. O investimento inicial do food truck é de R$ 70 mil, tendo 14 meses como prazo de retorno.

Quanto a eventos, o Boteco em Casa é uma rede de Buffet temático. Pastéis quentinhos, bolinhos crocantes, escondidinhos caprichados e outras comidas tradicionais de boteco acompanhadas de um chopp gelado e caipirinhas de frutas variadas. Quem não gosta? Esta é a proposta do Boteco em Casa, que reproduz os típicos “botecos” nacionais e os espalhados pelo mundo em festas e eventos, corporativos ou não.

É neste clima de Boteco que a rede realiza 400 eventos ao ano e atualmente registra um faturamento de R$ 3,5 milhões.

Com uma unidade piloto em São Paulo, o Boteco em Casa tem expectativa de atingir 15 unidades até 2016.

A rede oferece aos interessados uma proposta de Buffet que proporciona uma verdadeira experiência de boteco. O investimento inicial da modalidade é de R$ 163.217,00 com prazo de retorno de até 18 meses.

Zip lube inaugura sua primeira loja na baixada santista

A Zip lube, pioneira no segmento de serviços rápidos automotivos, acaba de inaugurar sua mais nova loja, dessa vez no centro de São Vicente, na Baixada Santista. A unidade, especializada no serviço de troca de óleo e filtros e na inspeção e troca de itens de manutenção básica, é a nona franquia inaugurada neste ano no estado de São Paulo. As outras oito foram instaladas na capital (5) e na região metropolitana (3), após a empresa consolidar sua presença em cidades do interior como Campinas, Sorocaba, São José dos Campos e Ribeirão Preto.

Ao todo, a empresa já conta com mais de 40 lojas em operação em todo o país. A expectativa é dobrar esse número até o final do ano, com expansão principalmente na capital paulista. “Esse é um passo muito importante para a Zip lube. Temos boa presença no interior paulista, segundo maior mercado consumidor do Brasil, e em regiões estratégicas como Centro-Oeste e Nordeste. Agora é a vez da capital e da Grande São Paulo”, explica Lucio Guedes, gerente de Operações da Zip lube.

As lojas convertidas têm se mostrado uma opção de negócio muito promissora aos franqueados na cidade de São Paulo. “É uma grande oportunidade aos empreendedores que buscam modernizar sua revenda e aumentar sua rentabilidade. Esse formato alavanca em mais de 30% o ticket médio das revendedoras, número superior à média do mercado”, explica Guedes.

Além de São Paulo, Ceará, Goiás e Mato Grosso do Sul, a Zip lube estuda expandir sua atuação para outros estados brasileiros, onde pretende fechar negócios ainda neste ano.

A estratégia de expansão da rede é focada em dois públicos-alvo: o consumidor final e o empresário que tem interesse em investir em franquias. Ao primeiro, o foco é a conveniência oferecida pelas lojas, agilidade e excelência da prestação de serviços. Aos empresários, a Zip lube oferece toda a infraestrutura e suporte necessários para a abertura de lojas ou conversão dos seus negócios, incluindo capacitação e atualização técnica, o que beneficia e padroniza o atendimento em todas as lojas da rede.

O modelo tem se mostrado uma boa oportunidade de negócios, já que o setor de franquias está alta no Brasil. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o segmento registrou um aumento nominal na receita de 7,6% no primeiro trimestre de 2016 na comparação com o mesmo período do ano passado. “O cenário atual é muito favorável para investimentos em serviços de troca de óleo, seja com a inauguração ou a conversão de lojas”, completa Guedes.

Sorridents anuncia plano agressivo para expandir atuação no Amazonas

A Sorridents, maior rede de clínicas odontológicas da América Latina, pretende expandir operação no estado do Amazonas nos próximos anos. O plano foi desenhado pela franqueadora por meio de estudo de geomarketing, que prevê a entrada da rede em regiões onde estão localizados os públicos da rede. Cidades como Coari, Humaitá, Itacoatiara, Manacapuru, Manicoré, Maués, Tabatinga e Tefé, com menos de 100 mil habitantes, a rede focará no modelo compacto, a Sorridents Lite, que exige investimento a partir de R$ 120 mil. Em relação ao modelo padrão, a Sorridents Master, que exige capital inicial a partir de R$ 450 mil, o foco da franqueadora está nas cidades de Alvorada, Flores, Cidade Nova e Zumbi dos Palmares. Hoje, a rede já conta com duas unidades no território.

O diferencial de todas as unidades da Sorridents está na oferta do parcelamento dos tratamentos sem juros via Cartão de Crédito Sorridents, que também oferece desconto em estabelecimentos parceiros. Além disso, a rede é a única credenciada do convênio Sorriden, criado pela empresária Carla Sarni, fundadora da Sorridents. O objetivo com o plano de prevenção odontológica é facilitar e incentivar visitas mais frequentes dos brasileiros em consultórios por meio de tratamentos com preço acessíveis e agendamentos mais rápidos.

 O objetivo da Sorridents é democratizar a saúde bucal no Brasil, atendendo a população das classes C, D e E com toda a estrutura de uma clínica voltada para a classe A, ou seja, com materiais de qualidade, equipamentos de alta tecnologia, mas a um preço justo”, explica Carla Sarni, que fundou a empresa em 1995 no bairro da Vila Císper, Zona Leste da capital paulista. Hoje, a Sorridents é considerada a maior rede de clínicas odontológicas da América Latina, são 180 unidades em operação em 16 estados do Brasil. A marca também conta com o Instituto Sorridents, braço social da rede, que atende moradores de comunidades carentes em todo o país por meio de um consultório móvel.

Sorridents Franquia Padrão – Master
Investimento total R$ 450 mil
Taxa de franquia De R$ 45 a 65 mil (inclusa no investimento total)
Média de faturamento bruto por mês R$ 100 mil
Lucro líquido mensal De 25%
Capital de giro De R$ 30 a 50 mil
Royalties Taxa mensal de 6% sobre o faturamento bruto
Fundo de publicidade Taxa mensal de 2% sobre o faturamento bruto
Retorno do investimento De 24 a 36 meses
Prazo do contrato Cinco anos
Ano de fundação 1995
Início no sistema de franchising 2005

 

Sorridents Franquia Compacta – Lite
Investimento inicial R$ 120 mil
Taxa de franquia 25.000,00
Área Total  60m²
Número de Cadeiras  3
Média de faturamento bruto por mês  60 mil
Capital de giro  20  a 30 mil
Royalties 6% , ou mínimo de R$1000,00.
Fundo de publicidade 2%  ou valor mínimo de R$500,00
Retorno do investimento  18 meses
Prazo do contrato 60 meses
Número de funcionários  1 (recepcionista/Auxiliar de Saúde Bucal)
Ano de fundação 1995
Início no sistema de franchising 2005

Primeira rede de franquias de orgânicos 100% certificados do país finca raízes em Brasília

2016 é um ano importante para a Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis, empório especializado em produtos para alimentação equilibrada e bem-estar, que aderiu oficialmente ao sistema de franquias e já está homologada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Como parte da primeira fase do processo de expansão da rede, a Terra Madre comemora a estreia da primeira franquia da marca em Brasília, no Distrito Federal. Sob o comando da franqueada Nuria Arruda, a nova loja está localizada ao Sudoeste de Brasília, no endereço CLSW, 301, bloco C, Loja 20.

O investimento para abertura da terceira unidade franqueada da Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis foi de R$ 190 mil e 04 empregos diretos foram gerados. O faturamento médio mensal está estimado em R$ 100 mil, com retorno do investimento entre 24 e 36 meses. Segundo Hugo Cezar, Gestor de Negócios da marca Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis, a expansão para o Centro-Oeste, especificamente em Brasília, contempla a abertura de pelo menos mais 06 unidades franqueadas.

A meta da empresa, fundada por Leila Oda, é terminar 2016 com 20 unidades entre abertas e contratadas, o que significa um investimento na casa dos R$ 4,8 milhões e 80 empregos diretos gerados. As principais praças de interesse são as cidades pertencentes aos estados das regiões Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste. Entre os primeiros alvos, destaque para as cidades de Goiânia (GO), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), (Rio de Janeiro (RJ), e São Paulo (SP).

“Isso é parte de um projeto de crescimento maior e bem planejado, para o qual prevemos 75 lojas em operação em cinco anos. Desde o início da Terra Madre havia essa proposta de tornar a marca franqueável. Realizamos um trabalho sem atalhos e planejado para alcançarmos um padrão excelente de franquia. Fomos movidos por nossa missão de levar saúde e bem-estar ao maior número de pessoas possível”, explica Hugo Cezar, Gestor de Negócios da marca Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis.

A nova loja oferece ao consumidor um mix com mais de 2500 itens, que fazem parte de 200 marcas. Trata-se do empório com maior variedade de produtos do segmento, indo desde os produtos integrais, sem glúten, sem açúcar, diet, light e sem lactose até aos orgânicos, que são disponibilizados aos clientes duas vezes por semana em uma feirinha de produtos frescos. “É uma iniciativa bacana, pois esse tipo de produto nem sempre é encontrado com tanta facilidade e, além disso, incentivamos as pessoas a ter uma alimentação livre de agrotóxicos e adubo químico, parte da nossa missão de levar saúde à mesa das pessoas”, conta Leila Oda, idealizadora e fundadora da Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis. Ainda de acordo com a empreendedora, a feirinha de orgânicos tem potencial para incrementar o faturamento das lojas em 10%.

A loja conta, também, com o Cantinho da Conveniência, um espaço que funciona como uma lanchonete saudável onde as pessoas podem apreciar, a qualquer momento, quitutes saborosos e saudáveis, como salgados integrais, sem glúten, sem lactose, muffins e doces sem açúcar, etc. Além de tudo isso, a Terra Madre realiza algumas campanhas. Entre elas, a “Segunda Sem Carne” e a “Campanha de Mobilidade Urbana”, com ciclistas, que estimula os amantes do pedal, por meio de ações promocionais, a conhecer e chegar às lojas de bicicleta.

A expectativa do executivo é de que com a entrada no franchising a Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis alcance um faturamento pelo menos três vezes maior, na comparação com este ano e que cada unidade registre vendas 20% superiores às da unidade modelo. Para isso, a marca busca investidores e empreendedores que se identifiquem com o conceito da marca, gostem de lidar com pessoas, tenham disciplina e queiram crescer junto com a rede. “Enxergamos o mercado de franquia como uma oportunidade da Terra Madre atingir mais pessoas em espaço mais curto de tempo. A sedimentação ocorrerá por meio do relacionamento transparente com o franqueado, inovação no mercado de saudáveis, redução constante de custos e gestão por resultados”, explica Cezar.

Informações sobre a franquia – TERRA MADRE – Orgânicos e Saudáveis:

Nome: TERRA MADRE – Orgânicos e Saudáveis
Fundação: 2014
Início no Franchising: 2015 (Novembro)
Número de unidades no Brasil (entre próprias e franquias): 04
Investimento inicial: de R$190.000,00 a R$ 240.000,00 (aproximadamente)
Taxa de franquia: R$ 35.000,00
Capital de Giro: R$ 60 mil (aproximadamente)
Taxa de Royalties: 5% do faturamento bruto
Taxa de propaganda: 1% do faturamento bruto
Previsão de retorno do investimento: em média, de 24 a 36 meses
Faturamento mensal bruto médio das lojas: R$100.000,00 (aproximadamente)
Prazo de contrato: 60 meses
Lucro médio mensal: De 10 a 15 mil reais
Tamanho ideal da loja: 45 m² loja e 35 m² estoque, total de 80m².
Média de funcionários por unidade: 2 a 5
Telefone de divulgação: (62) 4101-0820

LATAM Travel Brasil retoma ampliação de franquias

Operadora estima crescimento de 10% da rede de lojas até o primeiro semestre de 2017, mesmo em um cenário econômico adverso.

A LATAM Travel Brasil, nova marca única da TAM Viagens e da LANTOURS, anuncia a retomada de lançamento de novas franquias no país em 2016. As novas lojas têm previsão de abertura a partir do próximo mês. Até o primeiro semestre de 2017, a operadora estima o crescimento de 10% de seus estabelecimentos. Atualmente, a LATAM Travel dispõe de 159 unidades em todas as regiões do Brasil, sobretudo no Sudeste, além de 240 lojas no continente sul-americano, usufruindo de uma malha aérea com mais de 130 destinos em todo o mundo.

“Realizamos um estudo para reposicionar nossas franquias e criar novos pontos de contato com nossos consumidores em diferentes mercados em potencial. Queremos aumentar a representatividade da LATAM Travel de forma estratégica e direcionada”, explica Edson Akabane, gerente sênior Comercial da LATAM Travel Brasil. “Em um cenário econômico desafiador, o plano de crescimento de nossas franquias é uma oportunidade para que novos investidores entrem no mercado, opção bastante procurada quando as pessoas buscam abrir o próprio negócio”, completa o executivo.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor apresenta linha de crescimento ascendente nos últimos anos e com faturamento de R$ 139,59 bilhões em 2015. Segundo a entidade, no ano passado, o segmento de hotelaria e turismo figurou entre os que mais ampliaram participação no mercado, com expansão de 9%, se comparado ao ano de 2014.

A ampliação das franquias, que havia sido suspensa em 2012 (ano da associação das empresas TAM e LAN), ocorre a partir do recente lançamento da marca LATAM Travel em março deste ano. A medida aumentará a presença da LATAM Travel no mercado nacional, alcançando novos locais de maior potencial de venda.

A grande São Paulo será a primeira localidade a receber novas lojas da LATAM Travel a partir desse plano de reposicionamento de franquias.

Franquias LATAM Travel Brasil

Para se tornar um franqueado, o empresário faz um investimento inicial a partir de R$ 229 mil (valor que inclui capital de giro por três meses), taxa de franquia de R$ 40 mil e previsão de retorno em até 24 meses. O interessado conta com a força da operadora em fazer parte do Grupo LATAM, o maior grupo de empresas aéreas da América Latina que conecta inúmeras cidades no Brasil e no mundo.
Além da venda de passagens e pacotes de viagens, os franqueados LATAM Travel ainda dispõem de diferenciais como o LATAM Fidelidade (programa no qual os clientes podem acumular e resgatar pontos ao usar os serviços e produtos da companhia aérea e da operadora) e a compra de produtos e serviços com pontos a utilização de pontos Multiplus como pagamento total ou parcial da compra.

Nova marca LATAM Travel é a nova marca única da TAM Viagens e da LANTOURS. A mudança faz parte do processo de implementação da nova identidade da LATAM Airlines, que será realizado de maneira gradual ao longo dos próximos anos. Por enquanto, a TAM Viagens e a LANTOURS manterão suas operações atuais, e seguirão oferecendo os melhores produtos e serviços de viagens a seus clientes.

Sobre o Grupo LATAM Airlines LATAM Airlines Group S.A. é a nova denominação da LAN Airlines S.A., resultado da sua associação com a TAM S.A. O LATAM Airlines Group S.A. agora inclui a LAN Airlines e suas filiais no Peru, Argentina, Colômbia e Equador, e LAN CARGO e suas filiais; bem como a TAM S.A. e suas filiais TAM Linhas Aéreas S.A., incluindo suas unidades de negócios, TAM Transportes Aéreos del Mercosur S.A. (TAM Airlines (Paraguai) e Multiplus S.A. Esta associação gera um dos maiores grupos de companhias aéreas do mundo em malha aérea, oferecendo serviços de transporte de passageiros para cerca de 138 destinos, em 25 países, e serviços de carga para aproximadamente 140 destinos, em 29 países, com uma frota de 323 aviões. No total, o LATAM Airlines Group S.A. tem em torno de 50 mil funcionários e suas ações são negociadas nas bolsas de Santiago, Nova York (na forma de ADRS). LATAM é a nova marca adotada pelas companhias aéreas do Grupo, e que já começou a ser implementada nos espaços físicos e aeronaves. O Grupo seguirá implementando a marca LATAM em seus produtos e serviços em um plano de integração gradual que durará cerca de três anos.

Para saber mais sobre a FRANQUIA LATAM TRAVEL BRASIL, clique aqui.

Seja franqueado em Ananindeua-PA e Caucaia-CE da maior escola de idiomas do Mundo.

A Wizard é a maior escola de idiomas do mundo. Além de estar presente em todos os estados brasileiros, com mais de 1.200 escolas, ainda leva o aprendizado de idiomas para os Estados Unidos, Japão, Costa Rica e Paraguai.

Ciente de que pode levar as pessoas aonde elas sonham chegar, a Wizard selou um compromisso: transformar o Brasil em uma #nacaobilingue! Contando com uma metodologia exclusiva, você conquista um certificado internacional em dois anos ou a Wizard oferece aulas gratuitas para você chegar lá. Só quem confia tanto no próprio ensino e no sonho de um Brasil melhor pode selar um compromisso do tamanho de uma nação.

Com um método de ensino exclusivo, a Wizard possui infraestrutura apropriada para cada etapa do aprendizado: salas de aula tematizadas, área de convivência que estimula a conversação no idioma e biblioteca para estudo e pesquisa. Já para as crianças, o ambiente é diferenciado e promove o aprendizado de forma lúdica.

Além de ser referência pela qualidade do ensino e grande número de unidades, a Wizard também se destaca pela conquista de importantes prêmios e certificados no segmento em que atua. Entre eles está o selo de excelência em Franchising, conquistado seis vezes consecutivas (2011 até 2016).

Seja franqueado em Ananindeua-PA e Caucaia-CE da maior escola de idiomas do Mundo.

Franqueado, qual o seu papel em relação ao Franqueador?

A Franchise Store vai receber você para um café da manhã seguido de um bate-papo super bacana sobre as responsabilidades do franqueado com o franqueador.

Com:

Américo José
Sócio-diretor da Cherto Atco, formado em Propaganda e Marketing. Atua há mais de 20 anos como consultor de empresas, desenvolve e ministra programas de treinamento. Colaborador das revistas Abcfarma, Novo Meio e Meu Próprio Negócio.

José Ventura
Gestor da Franchise Store, atuando desde a entrada do interessado em comprar uma franquia até o estudo e fechamento do ponto comercial para abertura do seu negocio. Planejamento estratégico de vendas, envolvendo análise de mercado (novas tendências) e pesquisas de produtos e concorrência.

Se você tem ou quer ter uma franquia, ou é um franqueador, inscreva-se pelo e-mail thalita.felisardo@franchisestore.com.br e junte-se a nós dia 01/09 às 9h.

Se você não é de São Paulo ou não pode comparecer pessoalmente, não tem problema! CLIQUE AQUI, curta nossa página no Facebook e confira a transmissão ao vivo no mesmo dia e horário.

Com quiosques, The Body Shop quer dobrar de tamanho até 2023

A franquia de cosméticos inglesa The Body Shop tem um plano de expansão audacioso para o Brasil: dobrar o número de pontos de venda até 2023, de acordo com a Revista Exame. Atualmente, são 111.

A marca espera alcançar a meta com um novo modelo de quiosque, desenvolvido para o país. Ela não abre os investimentos no projeto.

“É um formato que permite testar o potencial do shopping com um investimento menor do que o das lojas, o que é um atrativo para os franqueados”, diz Nathalie de Gouveia, diretora de comercial e expansão da empresa no Brasil.

A The Body Shop, que pertence ao grupo L’Oréal, desembarcou por aqui no fim de 2013, quando comprou 51% da rede gaúcha Empório Body Store, que na época tinha 124 lojas.

A ideia era aproveitar a capilaridade da brasileira para introduzir o rótulo no país e, aos poucos, migrar as unidades, mas mantendo no portfólio os produtos locais de melhor saída.

Em 2014, a joint venture chegou a anunciar que teria 500 estabelecimentos em cinco anos. Mas, os planos foram mudando junto com o cenário macroeconômico e, seis meses atrás, a inglesa comprou a fatia restante na (antiga) parceira.

Nos últimos três anos, 65 pontos da Empório foram transformados em The Body Shop. Ainda restam 25, que devem ser convertidos até o primeiro trimestre de 2017. Outras unidades precisaram ser fechadas, porque não atendiam a todos os padrões da nova bandeira.

Prioridades

Segundo a The Body Shop, a prioridade ainda é se expandir por meio de lojas. Os quiosques devem servir de “aperitivo” para que os franqueados se interessem por abrir unidades maiores. O foco são os shoppings e aeroportos.

A Empório Body Store já tinha uma estrutura de quiosque, mas em tamanho menor e sem um espaço para o cliente se sentar e testar o produto, diferentemente da nova.

“Um dos diferenciais da nossa marca é o serviço e o modelo antigo não permitia o atendimento personalizado”, comenta Nathalie.

Os 10 quiosques que já existiam devem continuar operando no formato anterior. O primeiro no estilo atual foi inaugurado em junho, no terminal de Congonhas, em São Paulo – o único ponto de venda que pertence à marca, e não a um empreendedor.

Para saber mais sobre a FRANQUIA THE BODY SHOP clique aqui!

Evolute Cursos abre primeira escola de cursos profissionalizantes em Itu

Com esta unidade, a rede chega a marca de 26 franquias no estado de São Paulo e planeja inaugurar mais dez até o final do ano

Com objetivo de potencializar sua metodologia de ensino inovadora e atender a população local, sejam estudantes, profissionais que estão no mercado de trabalho ou em busca de uma recolocação profissional, a Evolute Cursos, rede paulista de franquias de escolas de cursos profissionalizantes, marca pertencente ao Grupo VA, acaba de inaugurar a primeira unidade no município de Itu, situado na região metropolitana do estado de São Paulo.

A nova escola já é a 26ª franquia em território paulista, dando continuidade ao plano de expansão da rede para este ano, que é o de atingir a meta de mais dez unidades franqueadas na região interiorana até o final de 2016. A marca já avalia perfis de franqueados em cidades como Salto, Itupeva, Porto Feliz e Boituva.

A unidade segue a estrutura padrão exigida pela franqueadora, que são salas de aulas amplamente estruturadas, interativas e com computadores de última geração. Além disso, conta com instrutores treinados pela companhia. “Temos cursos online e presenciais para todas as idades e interesses”, conta Adalberto Magno, gerente da marca. Consta no portfólio Evolute mais de 70 opções de ensino profissionalizante, dentre eles, Atendente de Farmácia, Secretariado, Assistente de RH e Assistente de Logística, os mais procurados da rede.

A Evolute Cursos começou em 2008 oferecendo cursos de informática e profissionalizantes. A primeira escola foi inaugurada em Taubaté, interior do estado de São Paulo, e, em pouco tempo, tornou-se a maior rede de escolas de cursos profissionalizantes do Vale do Paraíba. Hoje, possui 129 unidades ativas, em 18 estados brasileiros e recentemente foi laureada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) com o Selo de Excelência 2016, que atesta a credibilidade do negócio.

Ainda, a rede faz parte do Grupo VA, fundado em 2010, uma holding especializada em franquias prestadoras de serviços, também detentora das redes Doutor Lubrifica, Web4-Comunicação e ContabExpress, está última recém-criada. As marcas do grupo somam, hoje, mais de 300 unidades situadas nas principais cidades e capitais brasileiras. Juntas registraram em 2015 o faturamento de R$ 60 milhões.

RAIO-X – Evolute Cursos 2016
Taxa de Franquia- de R$ 10.000 até R$ 25.500
Capital para instalação – de R$ 13.000 até R$ 50.000
Capital de giro – de R$ 4.000 até R$ 24.000
Investimento total – de R$ 27.000 até R$ 99.500
Faturamento médio mensal – R$ 25.000
Retorno do investimento – 18 meses
Taxa de Royalties – R$ 152,00
Área de loja – mínimo de 45m²

Seja um franqueado Skill em Caruaru e Ananindeua

A rede SKILL, integrada a Pearson – grupo britânico líder em educação no mundo, presente em mais de 70 países e 48 mil colaboradores – intensifica a expansão nas cidades e Caruaru e Ananindeua.

A rede que é constantemente premiada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), oferece oportunidades de franquias no Estado do Pará. Isso ocorre devido a satisfação da Rede de Franqueados, que estão espalhados em todo o Brasil, em mais de 200 unidades, oferendo o ensino de 8 idiomas.

A Skill trabalha com um método dinâmico e altamente eficaz no aprendizado de idiomas – a Abordagem Comunicativa.

O aluno usa o idioma já na primeira aula de forma prática e contextualizada, pois cada unidade do livro didático é adaptado ao perfil da turma. Esta abordagem engajadora permite a comunicação nos mais variados contextos sociais, culturais e profissionais.

Fale com a gente e descubra opções para você conquistar sua liberdade financeira e ser o empresário de sucesso no Brasil. Para saber mais sobre a SKILL, clique aqui.

 

Segurança, praticidade e preço acessível atraem clientes para franquias de serviços de limpeza

Nós últimos anos as franquias de serviços de limpeza tiveram um boom no mercado no brasileiro, crescendo de maneira surpreendente. Hoje o setor de franchising conta com mais de 70 marcas, que fazem serviços em residências, pequenas empresas, grandes empreendimentos, obras, entre outros. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF) só em 2013 as franquias de limpeza e conservação foram responsáveis pelo faturamento de R$ 1 bilhão no setor.

Há cinco anos o empresário José Roberto Campanelli, fundou a Mary Help, primeira rede de franquias do Brasil com unidades que tem equipes próprias de diaristas para serviços em residências e pequenas empresas. Campanelli teve a ideia de abrir a empresa, após ter dificuldades de encontrar uma diarista com referências para limpar a sua casa, problema esse que muitas pessoas também têm no dia a dia. O segmento criado pelo empresário deu tão certo no Brasil, que hoje são dezenas de empresas atuando no mercado e contribuindo para crescimento do setor.

A procura por diaristas agenciadas aumentou no país devido à regulamentação da “PEC das Domésticas” que regularizou direitos trabalhistas a profissionais domésticos. Com aprovação do projeto muitas pessoas não conseguiram manter profissionais mensais e optaram por contratar diaristas para trabalhar apenas alguns dias da semana. Mas para as donas de casa ou mesmo empresários, encontrar pessoas de confiança, que realizem um bom serviço e tenham agenda vaga é uma tarefa cada vez mais complicada de se realizar. Com isso as franquias de limpeza ganharam mais espaço no mercado e cresceram 65% em apenas um ano.

A rede Mary Help registrou um crescimento médio de 30% no número de diárias após a regulamentação da “PEC das Domésticas”. A rede tem como missão selecionar as melhores profissionais do mercado, checar suas referências pessoais e habilidades, treiná-las e encaminhar para serviços que mais se encaixam em cada perfil. As unidades também se responsabilizam pelas pessoas que agenciam e contam com seguro para cobrir despesas com danos ocasionados por eventuais acidentes.

Realizando cerca de 10 mil diárias mensais, a empresa conta hoje com mais de 50 unidades franqueadas espalhadas pelo Brasil, oferecendo mão de obra qualificada com segurança, agilidade e preços acessíveis.

Você esta preparado para formar cidadãos em Salvador e Maceió?

Pioneirismo é a marca registrada do YÁZIGI em mais de seis décadas de história. As aulas são dinâmicas e baseadas em assuntos do dia a dia. Desta forma, centenas de milhares de alunos conseguem aprender mais rápido associando o idioma a situações do cotidiano. O principal objetivo é fazer o aluno pensar, interpretar e falar em outra língua sem notar que está aprendendo. Passeios ecológicos, festas e projetos culturais fazem parte do aprendizado.

Se você quer empreender em Salvador ou Maceió, essa é a sua chance de fazer parte deste grupo. Mais que ensinar idiomas, o Yázigi quer fazer diferença na vida de seus alunos, capacitando cada um deles como pessoas e melhores cidadãos.

Inovação e modernidade

Pioneira na utilização de materiais audiovisuais em sala de aula;
Houseofenglish.com, o primeiro e mais completo portal de educação a distância do segmento;
Wi-Fi Zone;
Utilização de lousa interativa;
Primeira franquia de idiomas a nivelar seus cursos de acordo com o Quadro Europeu Comum (CEFR);
Franquia de 6a geração: modelo de Net Learning;

Qualidade

Metodologia de ensino única e diferenciada;
Materiais didáticos próprios;
Garantia real de aprendizado;
Acompanhamento pedagógico desde o 1o dia de aula;
Equipe pedagógica constantemente treinada;
Programas com certificação internacional;
Os alunos de idiomas mais satisfeitos do Brasil: 85% de satisfação;
Menores índices de evasão de alunos do setor;
Franquia de idiomas mais premiada do Brasil;

Consciência global

Projetos sociais que beneficiam mais de 1.500 pessoas
Campanhas de cidadania anuais que envolvem todas as escolas Yázigi
Yázigi Travel: agência de intercâmbio exclusiva, para alunos e comunidade
em geral
Ensino de inglês universal
Gestão socialmente responsável

FAÇA PARTE DO MUNDO YÁZIGI!

Ipiranga terá pontos de recarga para carros elétricos da BMW

A Ipiranga vai oferecer pontos de recarga para carros elétricos da BMW em alguns de seus postos.

O primeiro BMW i Wallbox, como é chamado o dispositivo exclusivo de carregamento para o modelo BMW i, já está disponível em uma unidade da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O posto, com conceito ampliado, foi inaugurado dia 9 de Agosto. Ele tem 400 metros quadrados e oferece, além da conveniência, minimercado, farmácia e serviços de alimentação.

Ao longo de setembro, outros três espaços devem receber o equipamento. A ideia é ter 50 deles até o fim de ano.

A princípio, a recarga será gratuita para o cliente. As empresas não divulgam quanto investiram na parceria.

“Queremos proporcionar uma experiência de compra inovadora, em um único lugar. Oferecer pontos de recarga para carros elétricos é trazer uma solução adequada e alinhada às expectativas dos nossos clientes”, afirma Jeronimo Santos, diretor de varejo da Ipiranga, em nota.

A BMW afirma que os carros elétricos “têm papel fundamental para o futuro da mobilidade urbana” e que está aberta a novos acordos do tipo.

“Com a parceria exclusiva firmada com a rede de postos Ipiranga, o BMW Group Brasil segue sua estratégia de ampliar a rede de recarga para automóveis BMW i, proporcionando mais comodidade e conveniência aos clientes e proprietários de modelos elétricos e híbridos plug-in da marca”, diz em nota Martin Fritsches, diretor de vendas da BMW do Brasil.

Já há algum tempo a Ipiranga busca se firmar como uma varejista de conveniência e a oferta de recargas elétricas reforça essa estratégia.

Em fevereiro, ela lançou um novo modelo de lojas de conveniência am/pm para rodovias, para concorrer com redes como Graal e Frango Assado.

Microfranquia de sapatos fatura R$ 16 mil por mês com vendas diretas

Os que achavam que as vendas diretas – porta a porta – era coisa do passado, se enganaram. Mesmo com o grande aumento dos e-commerces, as vendas diretas são uma excelente maneira para faturar alto. O Brasil ocupa hoje a quarta posição entre os países que mais vendem no sistema porta a porta, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, Japão e China.

A rede de franquias Sapatilha na Sacola tem como formato principal de negócio o franqueado visitar o cliente levando uma mala expositora recheada de calçados. O modelo home-based de venda direta da franquia tem um faturamento médio de R$ 16 mil/mês e rende ao investidor cerca de R$ 6 mil de lucro.
image006
O mercado brasileiro conta com em média 4,5 milhões de pessoas que atuam com vendas diretas. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), em 2013 o setor atingiu US$ 14,6 bilhões em volume de negócios.

Ao adquirir uma Home Franquia da Sapatilha na Sacola, o franqueado recebe um kit que contém 216 pares de calçados para iniciar o negócio, número esse que corresponde a 72% do valor da franquia apenas em produtos. Comercializando os calçados o investidor já terá recuperado grande parte do valor aplicado. O kit também inclui duas malas Show Cases e duas Keeper Shoes que pode ser usada para transporte e para expor os calçados, tapete vermelho, espelho padrão, banco para atendimento e padronização veicular.

As vendas diretas trazem dezenas de benefícios aos franqueados na hora de fidelizar seus clientes e comercializar produtos. O atendimento pessoal e exclusivo, comodidade, possibilidade de fazer novas amizades e total flexibilidade de dias e horário contribuem para o bom andamento dos negócios. Dedicação, comprometimento e boa comunicação é a chave no negócio.

Região Nordeste é a mais procurada por redes que acabam de ingressar no franchising

Não é só o turismo que impulsiona a região Nordeste. No ano passado, o crescimento do setor de franquias foi mais acentuado nesta região, se comparado aos centros de negócios do país no Sul e Sudeste. De acordo com pesquisa da ABF (Associação Brasileira de Franchising), o Nordeste é a segunda região mais importante para o franchising e é onde se concentra o maior número de unidades: 14,5% de todo mercado nacional.

Segundo a Abrasce (Associação Brasileira de Shoppings Centers) entre 2011 e 2014, foram inaugurados 15 novos shoppings centers em cidades da região, devido ao maior poder aquisitivo da população e, consequentemente do consumo. É possível afirmar que o mercado está menos saturado, o que é uma motivação que leva às redes a abrirem unidades no Nordeste.

Desenvolvedora de soluções para empresas e contact center e que ajudam a reduzir os custos com telefonia mantendo a qualidade nas ligações, a OPT recém-chegada ao franchising, a rede ingresso para o setor neste ano, já enxergou na região um mercado promissor.
image003
“A região Nordeste tem mostrado muito interesse pela nossa tecnologia e acredito que muito disto se deve ao fato de que as empresas de tecnologia se concentram muito no eixo Rio-São Paulo”, declara Dante Brazão, presidente da OPT Franchising.

A rede foi criada e migrou para o franchising neste ano. Iniciou com uma unidade própria em São José do Rio Preto (SP) e já conquistou 11, sendo uma em Fortaleza (CE) e outra no Recife (PE). Os planos de expansão para a região Nordeste não param por aí. “A OPT tem um planejamento muito forte para o Nordeste, pretendemos abrir 20 franquias ainda neste ano.”, explica Dante.

Entre seus principais produtos estão software para redução de custo com telefonia, para disparo de SMS e para PABXIP, além do software para call center. Aos interessados, a OPT tem três modelos de negócios: Home Based, Office e Master Center e o investimento inicial é de R$ 15.900,00, R$ 59.900,00 e R$ 89.900,00, respectivamente. Uma das principais vantagens da marca é que os franqueados tem um ganho recorrente, enquanto durar o contrato com o cliente final.

Outra rede que vem progredindo bastante na região é a Mineiro Delivery que cresceu mais de 7% em números de unidades se comparado ao ano passado. Com 6 unidades no Nordeste, a expectativa da rede é atingir 20 em 2016 e nos próximos cinco anos chegar a 50. Criada em 2012, e com ingresso no franchising no ano passado, a Mineiro Delivery oferece delivery de comida no estilo mexidão mineiro com jeito caseiro e o mais inovador: servida no box. Para se tornar um franqueado, é necessário um investimento de R$ 105 mil.

Franquias sem concorrência quer estrear no Nordeste

Pioneira por ser a única franquia no segmento de varais, não ter concorrentes direto e comercializar produtos exclusivos, a Só Varais entrou para o franchising no ano passado e enxerga o grande desenvolvimento de grandes centros como, por exemplo, Fortaleza, onde quer muito estar. A Bahia também está na mira da Só Varais. “Esperamos abrir 08 unidades no Nordeste até o final do ano”, comenta Williams Duarte, diretor de negócios da Só Varais. O investimento inicial na marca é de R$ 128.911,00. A rede é especializada na comercialização, instalação e manutenção de varais.
image014
Outro exemplo é a Derma Nail, primeira rede de cosméticos no Brasil que unem beleza, tratamento e cuidado especialmente para mãos, pés e unhas. Com quatro unidades em funcionamento e três em implantação, a marca tem planos ambiciosos e espera conquistar mais 40 até o final do ano, atingindo um faturamento de R$ 3 milhões.

image016
Dentre os principais produtos da marca, estão os indicados para micose, calos, verrugas, frieiras, unhas fracas e quebradiças, pés diabéticos e com rachaduras, alergias a esmaltes, entre outros.

A entrada para o setor de franquias se deu em 2015 devido não só ao crescimento do segmento de beleza, mas também como um aumento expressivo para o setor de unhas, o que coloca o Brasil como um dos melhores mercados do mundo.

O ingresso no franchising deu tão certo que a Derma Nail registrou um crescimento de 30% no faturamento no primeiro semestre de 2016 em relação ao mesmo período do ano anterior.

De acordo levantamento da ABF, a região Nordeste cresceu 8,8% no faturamento, atingindo um patamar de mais de R$ 2 bilhões em 2015. A região é responsável por 7,5 % das redes no Brasil e diversas delas têm projeção nacional.

Com redes que acabaram de ingressar no mercado chegando também ao Nordeste é bem provável que estes números aumentem ainda mais nos próximos anos.

Estratégia de expansão interna dissemina marcas e gera aumento do faturamento para franqueados

A expansão dentro da própria rede é uma prática de negócios muito comum nos Estados Unidos. A tendência americana, também tem uma boa aceitação no Brasil, tanto pelos franqueados, quanto pelos donos das redes. Por aqui, a questão tem ganhado dimensão e a cada dia surgem mais multifranqueados dominando o mercado.
Entre as vantagens que o leva a optar por obter mais de uma unidade da mesma marca, está o fato de ele já conhecer bem o empreendimento no qual faz parte. Ou seja, ele já domina a operação o que consequentemente gera maiores chances de ganhar o mercado e aumentar a margem de lucro.

Na avaliação do diretor executivo da Maria Brasileira, Eduardo Pirré, o modelo é benéfico, mas exige planejamento. “De fato é necessário uma organização de todos os envolvidos, tanto da nossa parte quanto a do interessado. Nós procuramos sempre fazer um processo de avaliação contínua em que o habilita ou não, a expandir. Consideramos importante também o perfil do franqueado, já que ele vai deixar de operar um ponto de venda para ser gestor de uma “rede de unidades”, o que envolve muita responsabilidade e gestão.”, explicou Pirré.

A franqueadora é especializada em multisserviços com foco em limpeza e serviços domésticos. Há três anos no mercado, segue essa estratégia de expansão interna. Das mais de 150 unidades, 16% são de franqueados que optaram pela aquisição da segunda. “O bacana de possibilitar a abertura de operações para quem já é franqueado, é que este, tem muito conhecimento sobre a marca. Eles dominam os serviços, como funciona a operação e o mercado. Enfim, já tem identidade! Esse know-how contribui muito para o desenvolvimento do novo negócio”, explicou Eduardo.
No Rio de Janeiro a cena é essa. Geraldo Estolano, 35 anos, é um dos protagonistas. O empresário começou a operação com a unidade Barra da TijucaI, em setembro de 2013. Com o sucesso da operação, após 10 meses, ele foi impulsionado a adquirir a unidade Barra da Tijuca II. Com a aceitação do mercado pelo negócio, logo ele adquiriu as unidades de Abelardo Bueno, em junho de 2015, e Recreio dos Bandeirantes em agosto, do mesmo ano.

Entre os motivos que o levou a optar por abrir várias unidades da mesma bandeira e não diversificar os investimentos em outras redes é devido ao nicho no qual a marca está inserida. Estolano conta: “É um negócio promissor e crescente até hoje, principalmente, após a PEC das domésticas. Além disso, o vasto portfólio de serviços que a rede oferece e o suporte dado pela franqueadora é excelente. Eles não param no tempo! Temos sempre novidades e novos produtos, onde, é claro, há nicho no mercado”.

Sabemos que conduzir um negócio não é fácil, quatro então, envolve muito trabalho e divisão de funções para que tudo aconteça de forma exata e produtiva. Geraldo conta como faz para administrar os trabalhos. “Nossa gerência é toda composta pelos sócios, operacional, comercial e financeira. Hoje somos três e nos dividimos para que o foco de cada um seja dedicado ao seu setor. Acho essencial para nosso negócio o acompanhamento do sócio/dono da unidade”, explicou.

Dizem que empreendedor busca oportunidades e iniciativas, correto? Se depender de Geraldo a afirmativa é legítima. “Temos planos em abrir mais unidades. Apesar da crise que vivemos, estamos sobrevivendo e a ela não tem nos afetado tanto. Aprendi durante esses anos que é fundamental ter uma unidade enxuta, hoje temos que produzir muito com pouco, buscar pessoas pró ativas e com capacidades de desempenhar mais de uma função na empresa”, finalizou.

“Fizemos uma estratégia, queríamos conquistar uma boa parcela do município”
Sebastião Rolim Jr, 45 anos, em sociedade com Erica Pedroza Santos, 40 anos, iniciaram as atividades na Maria Brasileira em outubro de 2015 já com duas unidades, também na cidade do Rio de Janeiro; Copacabana Oeste e Flamengo.

Com sucesso nos negócios e a informação de que um franqueado estaria se desligando da unidade estipulada como Copacabana Leste, em janeiro, ambos não pensaram duas vezes e deram início a aquisição de mais esse negócio, seguido ainda, da compra da unidade classificada como Botafogo. Em março, o desenvolvimento seguiu progredindo, e então os sócios foram mais além e compraram a 5ª unidade no município, essa, habilitada como Laranjeiras.

Segundo Érica as primeiras unidades foram compradas derivadas de um plano de negócio. “Fizemos uma estratégia, queríamos conquistar já uma boa parcela do município. As atividades foram tão bem aceitas por aqui, deu tudo muito certo, e a consequência deste sucesso foi a compra das demais unidades”, explicou a empresária.
Não só a marca une as histórias dos empresários, mas a opinião sobre a importância do respaldo oferecido pela rede também. “A franqueadora sempre nos ajudou e deu o suporte necessário para nosso crescimento, sempre foi nossa parceira, inclusive nos facilitando em alguns casos para adquirir outras unidades”, fala Geraldo concordando com as palavras de Érica: “O papel da franqueadora é parte crucial nesse processo de ampliação”.

Multifranqueado é fácil?

O diretor da Maria Brasileira finaliza dizendo que ser um empreendedor multifranqueados não é um tarefa fácil, mas pode gerar bons lucros e alavancar ainda mais os negócios aos empresários. Mas para isso, alguns quesitos são necessários: “Ele precisa manter o padrão de qualidade e conseguir atingir suas metas. Por isso é preciso manter um modelo de gestão eficiente, dessa forma os trabalhos se mantém produtivos e bem sucedidos”, concluiu.