Di Santinni inaugura sua primeira unidade em Minas Gerais

A Di Santinni Design, loja especializada no público feminino, chega a Belo Horizonte no mês de dezembro

A Di Santinni Design, marca de sapatos e acessórios femininos voltada para o público B e C do Grupo Di Santinni, inaugura sua primeira loja em Minas Gerais. A proposta do novo espaço da Di Santinni Design no Minas Shopping é proporcionar às mulheres a oportunidade de aliar sofisticação com baixo custo.

O faturamento das franquias do setor de acessórios pessoais e calçados obteve em 2011 um crescimento de 13% em comparação com 2010, sendo o sexto segmento em faturamento no país. Para Priscilla Ortolani, gerente responsável pela estruturação do modelo de franquia do Grupo Di Santinni, “o crescimento do setor é um atrativo para empreendedores interessados em investir no mercado de franchising.” A marca de calçados e acessórios femininos já conta com oito lojas localizadas em São José dos Campos (SP), Belém (Pará), Porto Velho (Rondônia), Taboão da Serra (SP), duas na capital paulista e duas na região do grande ABC em São Paulo.  O novo espaço Belo Horizonte totalizará nove lojas da marca.

As regiões com potencial de consumo e crescimento são o principal foco do plano de expansão das franquias da Di Santinni Design, assim como Belo Horizonte. O setor de comércio e serviços está entre uma das principais atividades econômicas da região. Mais de 80% da economia do município se concentra nos serviços, com destaque para o comércio, serviços financeiros e atividades imobiliárias. A capital mineira é um mercado em expansão e é considerada uma das cidades com maior poder aquisitivo do Brasil, seguida de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Nesse cenário, o Grupo Di Santinni busca aumentar sua presença em diversas regiões do país com o intuito de se tornar referência nacional na venda de sapatos. O atributo preço aliado à rotatividade dos produtos é um forte atrativo da marca Di Santinni Design, uma vez que a Associação Brasileira de Calçados estima que o brasileiro compre, em média, três a quatro pares de sapatos por ano, aproximadamente 750 milhões de pares vendidos anualmente.

Minas Shopping 

Av. Cristiano Machado, 4000 – 2º piso loja – 746

Belo Horizonte – Minas Gerais

Para saber mais informações sobre a Di Santinni Design clique aqui.

Spoleto inaugura primeira unidade na Costa Rica

O Spoleto, restaurante especializado em culinária italiana, inaugura sua primeira unidade na Costa Rica. Essa não é a primeira unidade da rede fora do Brasil, a marca já está presente no México e na Espanha.

A nova unidade está localizada na capital San José, no Shopping Lincoln Plaza. O investimento para a realização do empreendimento foi de R$ 400 mil. No final de novembro será aberto o segundo restaurante da franquia, no Shopping Multiplaza Escazu. De acordo com o planejamento da marca, a previsão é que nos próximos 5 anos sejam abertos 15 lojas no país.

No primeiro dia de operação a nova unidade vendeu 250 pratos. A projeção do faturamento mensal para essa loja é de R$ 120 mil, acima da média das lojas no Brasil, que faturam R$ 100 mil.

Para entrar no país, a rede criou um projeto de restaurante sustentável, intitulado Spoleto 21. O principal objetivo desse novo formato de loja é reduzir custos e otimizar os processos, respeitando os três pilares da sustentabilidade, ganhando eficiência e rentabilidade.

A rede chegou ao país com o modelo de restaurante sustentável, intitulado Spoleto 21, cujo principal objetivo é reduzir custos e otimizar os processos, respeitando os três pilares da sustentabilidade, ganhando em eficiência e rentabilidade.

Para saber mais informações sobre o Spoleto, clique aqui.

Outer. fecha parceria com Franchise Store

A marca de calçados carioca Outer., fechou parceria com a Franchise Store, primeira loja de franquias do Brasil,  para expandir a marca em todo o território nacional. 

A marca possui personalidade aliada a um pensamento sustentável, apresentando calçados diferenciados. Seus produtos buscam oferecer ao consumidor, além de conforto e beleza, a oportunidade de uma integração com o ambiente que estão inseridos, proporcionando a transformação do homem cosmopolita em um homem sintonizado com o compasso da natureza, mas sem abrir mão do que é moderno e da sua sofisticação.

Em 2004 surgiu a Outer. e desde então, ela tem apresentado ao consumidor produtos que utilizam elementos naturais mas também sofisticados em sua confecção. Essa junção de elementos também pode ser observada na arquitetura das lojas, que apresentam elementos decorativos diferenciados e um estilo próprio de ambientação para apresentar os produtos.

Para saber mais informações sobre a Outer. clique aqui.

Overend apresenta sua coleção Verão 2013

A Overend, marca de moda masculina e feminina, apresenta sua coleção de Verão 2013. Inspirada no estilo de vida descontraído dos Aussies, como os próprios australianos se apelidaram, e nas paisagens da Austrália, a coleção reflete as cores e luzes do país que possui a cultura do surf interligada no seu dia-a-dia.

A atuação de 10 anos no mercado de moda, permitiu que Hercílio Campos e Denise Carvalho tivessem expertise para criar a Overend. A marca nasceu em 1993 no Rio de Janeiro. A expansão através do franchising teve início no mesmo ano.

Para saber mais informações sobre a Overend clique aqui

Franquia da Alfaias Casa fatura R$ 150 mil

 

Fundada em 1988, a Alfaias Casa é uma marca carioca especializada em produtos de cama, mesa e banho. Começou a sua expansão por meio de franquias no final do ano passado e a expectativa é que até o final deste ano a marca abra seis novas franquias.

Hoje, são sete lojas no estado do Rio de Janeiro. Em agosto, será inaugurada uma franquia na Vila Olímpia, na capital paulista. Para abrir uma unidade, é preciso de uma área mínima de 30 a 50 metros quadrados. O faturamento de uma loja com 60 metros quadrados é estimado de 150 mil a 250 mil reais.

Investimento inicial: a partir de R$ 200 mil
Prazo de retorno do capital: a partir de 24 meses

Fonte: EXAME.com

Para saber mais informações sobre a Alfaias Casa, clique aqui.

Griletto abre primeira unidade em Foz do Iguaçu

Rede espera abrir mais oito unidades no Paraná 

O Griletto, rede de franquias especializada em grelhados e parmegianas, inaugurou sua primeira unidade em Foz do Iguaçu, Paraná. A nova loja da marca está localizada no Cataratas JL Shopping.

De acordo com Ricardo José Alves, sócio-fundador do Griletto, a marca possui uma aceitação muito boa no Paraná. “Nosso plano de expansão inclui a abertura de mais oito unidades no Estado nos próximos anos”.

A unidade de Foz do Iguaçu será operada pelo empresário Renan Tavares. O empresário acredita que os preços e o cardápio atrativo são os destaques da franquia. “A marca está em forte crescimento nos últimos anos e me transmitiu confiança, com isso, vi uma ótima oportunidade para o investimento”.

Atualmente o Griletto possui mais de 100 lojas nos principais shoppings de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Bahia, Brasília, Alagoas, Piauí e Santa Catarina. A rede foca agora sua expansão para as regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

De acordo com o programa de expansão no País, a rede pretende chegar a 120 lojas até o final de 2012 e fechar com faturamento de R$ 112 milhões. Em 2011 a marca registrou faturamento de 89 milhões e cresceu 40% em número de unidades em relação a 2010, terminando o ano com 72 lojas.

Esse ano, o Griletto foi destaque na categoria Pleno do Selo de Excelência em Franchising 2012, concedido tradicionalmente pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), às redes que mais se destacaram no setor ao longo de cada ano.

Outra importante conquista da marca esse ano foi o prêmio de melhor franquia para investir no setor de alimentação, em pesquisa realizada pela Serasa Experian e Pequenas Empresas e Grandes Negócios.

Para saber mais informações sobre o Griletto, clique aqui.

Jovens descobrem o empreendedorismo, mas falta de experiência é um risco

*Por Filomena Garcia

Durante muito tempo, a ação de empreender era exercida principalmente por pessoas acima dos 40 anos, que já possuíam alguma experiência profissional e buscavam um “plano B” para garantir o futuro e a estabilidade financeira. Porém, recentemente começamos a notar que os empreendedores estão cada vez mais jovens.

Uma pesquisa realizada pelo Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizada em parceria com a London Business School, o Babson College e, no Brasil, Sebrae e o Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), revelou que empreendedores entre 25 e 34 anos representam 22,4%, e entre 18 e 24 anos soma 7,4%. Essa mudança no perfil dos investidores também se reflete no mercado de franchising.

Na Franchise Store, realizamos um estudo e constatamos que no primeiro semestre deste ano, os jovens de até 30 anos, da chamada geração Y nascidos a partir dos anos 80,  representaram 46% e 47% dos candidatos interessados em abrir uma franquia.

Em 2011, a fatia correspondente a essa faixa foi de 37%. Já os candidatos a franqueados entre 31 e 40 anos, que no mesmo período de 2011 representavam 40%, em 2012 chegam a  35%.

O aumento do interesse dos jovens por empreender pode ser explicado pelo perfil dessa geração. A geração Y demonstra ser mais impaciente em relação a resultados e busca estar no topo das decisões muito rápido, o que a faz fugir do plano de carreira nos moldes tradicionais e empreender mais cedo.

O dinamismo do jovem à frente de um negócio pode ser o diferencial para o sucesso do empreendimento, mas é preciso prestar atenção. Por maior que seja a veia empreendedora do jovem investidor e sua formação seja na área de administração ou gestão — o que ajuda no controle do negócio, devido à falta de prática e vivência no mundo dos negócios — , é menor a chance de ele ter passado por acertos e ter superado dificuldades na sua vida corporativa.

Essa falta de experiência pode fazer com que ele desista do empreendimento ao se deparar com a primeira dificuldade.

Uma forma de atenuar esse risco, para você que é jovem empreendedor e pretende ter  vida longa como empresário, é associar-se a pessoas com mais vivência no mundo dos negócios. Sócios de perfis complementares aumentam as chances de uma gestão mais eficaz e de sucesso.

 

*Filomena Garcia, sócia-diretora da Franchise Store, é especialista em marketing e atua há 20 anos nas áreas de negócios, varejo e Franchising. É co-autora dos livros "Franchising – Uma estratégia para expansão de negócios e "Marketing para Franquias"

 

Fonte: UOL

Rede aposta no diferencial

         

Academia Fórmula chega a MT apostando em serviços de primeira linha a preços acessíveis

Com investimento aproximado de R$ 1 milhão, a academia Fórmula, rede do Grupo Bodytech, foi inaugurada na segunda-feira (12) em Cuiabá. A unidade é a segunda da região Centro-Oeste e outras 23 estão em construção pelo país. O plano de expansão da marca até 2015 é inaugurar 44 unidades próprias e 46 franqueadas em todo o país. Conceito da Fórmula atraiu o interesse da empresária Fernanda Campos, que se tornou a primeira franqueada da rede em Mato Grosso. Para dar início ao projeto, Fernanda confirmou a demanda na cidade pelo serviço no setor fitness através de uma pesquisa de mercado.

A escolha da localização também foi embasada no estudo, sinalizando para região do Jardim das Américas com grande demanda de clientela ao qual o empreendedimento é direcionado, conta a empresária Márcia Ferreira. Comemorando a escolha do Shopping 3 Américas para a instalação da academia, o superintendente José Júlio Cantino reforça que a presença da unidade é importante para o estabelecimento, que se preocupou mais em agregar maior público do que simplesmente cobrar pelo aluguel do espaço.

Horários de funcionamento aos domingos e feriados, por exemplo, atraíram interesse da empresária Kenya Trevisan, 33, que pretende se matricular. Às vésperas da inauguração, 200 alunos estavam inscritos. “Academia oferece um ambiente diferenciado, climatizado, equipamentos modernos e um custo de mensalidade acessível”, afirma Márcia Ferreira. O custo mensal é de R$ 189 e na contratação do plano anual é de R$ 129. “Cuiabá merecia uma academia desse nível com preço mais popular para esse nível de qualidade”, diz o empresário João Dorileo Leal, que esteve presente na inauguração.

Diretor – geral da rede Fórmula, Mário Esses, explica que todas as unidades da academia seguem a mesma “linguagem” (padrão), desde o serviço de limpeza à escolha dos equipamentos. Para isso, os funcionários também recebem treinamento, como os professores de educação física e a recepção. Já os equipamentos são da marca Life Fitness, com esteiras com telas de LCD, leitores de USB, monitoramento cardíaco e de pressão arterial, por exemplo. Antes de iniciar a prática dos exercícios nos equipamentos e nas aulas de ginástica, a gerente da academia, Soraia Fava, conta que os alunos respondem a um questionário de saúde para depois ser elaborado o programa de exercícios.

Fonte: A Gazeta

Para saber mais informações sobre a Fórmula Academia, clique aqui.

 

O imediatismo atrapalha o seu sucesso?

*Por Filomena Garcia

Empreendedores de primeira viagem, em busca de um “plano B” para garantir seu futuro e estabilidade, têm procurado alternativas que ofereçam um retorno financeiro mais significativo do que seu atual emprego. Muitos executivos têm enxergado o empreendedorismo como uma oportunidade de alavancar sua vida financeira.

Porém, nem sempre dinheiro no bolso e a vontade de ter o próprio negócio garantem o sucesso de um empreendimento. O perfil do empreendedor, sua habilidade como administrador e seu comportamento diante do desafio que está por vir são fatores que podem determinar o futuro do projeto.

De acordo com pesquisas realizadas pelo Sebrae, a cada 10 novos empreendedores, apenas 2 atingem o sucesso e permanecem no mercado. A alta taxa de insucesso de novos negócios pode ser acarretada por diversos fatores, como falta de habilidade do empreendedor para administrar o negócio e seus funcionários, ou ainda, o imediatismo.

O imediatismo é um ponto que tenho observado ser a pedra no caminho de muitos empreendedores. Muitos executivos acreditam que, ao sair do emprego e inaugurar seu próprio negócio, sua renda mensal continuará sendo a mesma e o retorno do investimento virá a curto prazo.

Ledo engano. Quando se opta por empreender e começar um negócio, é importante que o empreendedor compreenda que será necessário abrir mão de algumas coisas no presente para ganhar no futuro. Empreender não demanda apenas um investimento inicial, exige também um planejamento a longo prazo.

É essencial que, ao começar um negócio, o empreendedor tenha visão a longo prazo, que ele enxergue como o seu empreendimento estará daqui a cinco ou 10 anos. Fazer um planejamento para um período inferior a esse pode gerar frustrações e criar expectativas falsas sobre o potencial verdadeiro e a maturidade que uma empresa necessita para gerar ótimos resultados.

Essa busca pelo retorno a curto prazo é principalmente uma característica inerente às gerações mais jovens que, nessa ânsia pelo sucesso rápido, podem desistir do empreendimento ao se deparar com a primeira dificuldade, já que, devido à falta de prática e vivência no mundo dos negócios, não passaram por acertos e superaram dificuldades.

Esse comportamento imediatista parece estar sendo absorvido por executivos que já possuem uma carreira estabelecida, mas pretendem colocar em prática sua veia empreendedora.

Muitos querem investir em algo que proporcione um retorno rápido e que não ofereça grandes riscos de investimento. Para suprir essa necessidade, as alternativas de investimento mais procuradas têm sido as que apresentam lucratividade logo de início.

Ao investir em um modelo de negócio, verifique qual o prazo médio em que você poderá ter o retorno sobre o investimento realizado e se a rentabilidade atende as suas expectativas e necessidades.

A ansiedade pode atrapalhar tudo, causando exaustão mental, emocional e até mesmo psicológica, resultando em frustração por você não atingir o resultado esperado em um curto espaço de tempo. Portanto, pesquise. Planeje antes de investir e tenha a certeza de que você não dependerá dos resultados desde negócio nos primeiros meses da operação.

Os grande empresários construíram suas riquezas com estudo, dedicação, perseverança e muito trabalho ao longo de vários anos. E não da noite para o dia.

 

*Filomena Garcia, sócia-diretora da Franchise Store, é especialista em marketing e atua há 20 anos nas áreas de negócios, varejo e Franchising. É co-autora dos livros "Franchising – Uma estratégia para expansão de negócios e "Marketing para Franquias"

 

Fonte: UOL

Grupo AMC inova no SPFW e apresenta reserva em tempo real das roupas

Já pensou em ver um desfile pela internet e, na hora, reservar sua peça preferida? Essa é a novidade que Forum, Tufi Duek, Triton e Colcci, todas do grupo têxil AMC, apresentaram na edição de inverno 2013 do São Paulo Fashion Week, realizado no final de outubro, no Parque Villa-Lobos, em São Paulo.

Os desfiles foram transmitidos ao vivo nos sites das marcas. Ao lado da tela, com o desfile rolando, as fotos das roupas eram exibidas, com o preço. Bastava um clique para fazer a reserva. A encomenda será entregue em fevereiro, quando as coleções começarem a chegar às lojas.

Fonte: Glamurama

Para saber mais informações sobre o Grupo AMC, clique aqui.

Marina Ruy Barbosa estrela campanha de Verão 2013 da Empório Bijux

 

Atriz estrela campanha de verão da marca de jóias

Marina Ruy Barbosa foi escolhida novamente para ser a garota propaganda da Empório Bijux, marca especializada em jóias. Marina já havia estrelado a campanha de inverno da marca e devido ao grande sucesso, a Empório Bijux renovou com a atriz. A campanha do Verão 2013 da Empório Bijux já está no ar.

Com 7 anos de mercado, a Empório Bijux possui 45 lojas espalhadas por todo o Brasil. O sistema de franquias da empresa é baseado na transferência de todo know how e da experiência, no que se refere ao planejamento, implantação, operação e administração de lojas exclusivas.

Para saber mais informações sobre a Empório Bijux, clique aqui.

 

Mercado de franquias vira opção de investimento

*Por Filomena Garcia

Há algum tempo, investidores enxergavam os ativos financeiros como uma opção que oferecia segurança e alta rentabilidade. Porém, com a diminuição dos juros desses ativos, essa opção de investimento já não parece mais tão atrativa. Em busca de um “plano B” para garantir seu futuro e estabilidade, investidores têm procurado alternativas que ofereçam um retorno mais significativo.

Dentre as opções de investimento disponíveis no mercado, a economia real vem sendo reconhecida como uma excelente oportunidade, não apenas para empreendedores que buscam começar seu primeiro negócio, mas também para investidores acostumados a operar no mercado financeiro.

Esse modelo econômico, que prioriza a produção de bens e serviços, vem atraindo investimentos por ser uma opção de negócio que tem se mostrado forte em vários aspectos.

Diversos segmentos apresentam crescimento

As oportunidades de investimento em economia real são inúmeras, em diversas áreas e segmentos, e todas têm apresentando um ótimo crescimento. O que não falta para o investidor é opção. Uma das oportunidades que tem se mostrado bastante atrativa é o mercado de franquias.

O perfil dos investidores em franquias tem mudado bastante ao longo dos anos, e essa mudança é reflexo das mudanças na economia, não apenas brasileira, mas mundial. Por ser um modelo de negócio que já foi testado, replicado e que apresenta um baixo risco, o franchising tem atraído a atenção de muitos investidores que, mesmo sem experiência anterior nesse tipo de operação, estão apostando nesse segmento da economia.

Investidor não precisa estar à frente da operação

O tempo de aprendizagem de um negócio em franquias tende a ser mais rápido, pois o know-how é passado pelo franqueador, “dono da marca” e do conceito do negócio, em um treinamento amplo antes mesmo da abertura da unidade, cobrindo diversas áreas como gestão do negócio, marketing e vendas, dentre outros. Além disso, você terá o apoio no dia a dia, através de uma equipe de consultores de campo que visitarão sua unidade como forma de lhe transmitir as melhores práticas da rede.

Não é necessário que o investidor esteja à frente da operação para administrá-la. Ele pode trazer sócios operadores para tocar o negócio. O investidor também pode entrar em contato com os franqueados da rede que ele tem interesse, para buscar mais informações que possam auxiliá-lo na tomada de decisão.

Um conhecimento prévio do mercado também pode ajudar o investidor, pois, caso seja necessário, ele saberá qual a melhor decisão a ser tomada mediante a uma situação inesperada.

Independente da magnitude do risco, ele sempre existirá, seja em ativos financeiros, em economia real ou em outro tipo de investimento. O risco é inerente do percurso para a materialização do negócio. Identifique seu perfil de investidor, procure empreender em oportunidades que você consiga dimensionar o risco do negócio e, principalmente, escolha áreas em que você tenha afinidade, pois esse aspecto fará muita diferença na sua dedicação e, consequentemente, no sucesso do negócio.

 

*Filomena Garcia, sócia-diretora da Franchise Store, é especialista em marketing e atua há 20 anos nas áreas de negócios, varejo e Franchising. É co-autora dos livros "Franchising – Uma estratégia para expansão de negócios e "Marketing para Franquias"

 

 

Fonte: UOL