Franquia brasileira de perfumaria para casa inicia expansão para os EUA para faturar US$ 1 milhão

Acqua Aroma quer chegar a 500 pontos de venda no gigante norte-americano até o final de 2017

Segundo levantamento recente da ABF (Associação Brasileira de Franchising), o mercado brasileiro segue uma tendência à internacionalização – de dois anos para cá aumentou em 10,1% o número de unidades em território estrangeiro. Seguindo este movimento, a Acqua Aroma, rede de aromatizadores para casa, inaugurou uma distribuidora em Orlando, Flórida (EUA). A marca espera crescer 40% em 2017 com as franquias no Brasil e 500 pontos de venda no país norte-americano, faturando US$ 1 milhão.

Com o objetivo de competir com grandes players do ramo, modernizar-se e, principalmente, diversificar seu público-alvo, a internacionalização teve motivo claro para começar nos EUA: eles são o maior mercado consumidor de perfumaria para casa do mundo. Depois de um ano de estudo, os resultados revelaram que os produtos Acqua Aroma são muito competitivos no país.

“Encontramos poucas opções de fragrâncias refrescantes e com elementos tropicais disponíveis, algo que temos bastante na Acqua Aroma e vemos como tendência”, destaca Lua Serafim, que está à frente da operação no exterior. “Também tivemos que adaptar nossa seleção à preferência do consumidor dos EUA pelas fragrâncias sazonais, algo incomum no Brasil, e mesmo eliminar alguns itens do portfólio, como a água de passar roupa, já que o americano não tem esse hábito”, complementa.

Ainda, o mercado americano, segundo Lua, é largamente favorável ao empreendedorismo. “A dificuldade para levar os negócios para fora vem principalmente da escassez de informação. Mas quando compreendemos a dinâmica, vemos que a velocidade é outra, tudo funciona”, explica. A rede recebeu suporte da Fieb (Federação das Indústrias do Estado da Bahia) e contou com uma consultoria para entender a legislação e fazer a seleção de equipe.

Com a adesão ao franchising no final de 2016, a estratégia da Acqua Aroma agora é levar as duas frentes em paralelo: a meta é chegar a 70 unidades em cinco anos no Brasil e, nos Estados Unidos, em um primeiro momento, pulverizar-se em pontos de venda para depois fundar as primeiras lojas da marca.

“Começamos da mesma forma no Brasil, tornando nossos produtos presentes em lojas multimarcas e conhecido pelos consumidores. Os 12 anos de mercado antes de aderir ao franchising foram fundamentais para conhecer melhor o consumidor, fortalecer nossos diferenciais e preparar nossa estrutura empresarial. Agora, podemos afirmar que estamos prontos para expandir”, declara Lua. O próximo passo da internacionalização é a Europa, em países como Espanha e Portugal, onde inclusive já existem interessados na distribuição da marca.

3 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *